Clube do Samba celebra Consciência Negra na terça: ‘Resistência é sambar’

Zumbi dos Palmares, líder do mais famoso quilombo brasileiro, morreu em 20 de novembro de 1695. Em homenagem à ação de resistência e defesa da dignidade humana que sua história simboliza, a lei 10.639, de 2003, oficializa o 20 de novembro como Dia da Consciência Negra.

Para marcar o mês de comemoração dessa luta, na próxima terça-feira, 6, o Clube do Samba Acre abre a Roda Cultural “Resistência é sambar”, celebrando com as músicas que entoam, em nossa cultura, a força da liberdade, da luta e da alegria. A Roda começa às 20 horas, no Casarão (Avenida Brasil, Centro).

O samba tem papel importante no processo da formação da cultura negra no Brasil. Segundo o músico e ogan (líder candomblecista) Denilson Carneiro, esse ritmo “nasce com a chegada dos bantos (negros de Angola, Moçambique, Congo e Nova Guiné), que trouxeram o culto da divindade Kissimbi (Samba Inkice), de onde se origina o samba”.

Carneiro afirma ainda que o samba era proibido, o escravo não podia ter identidade. Só sobreviveu até hoje porque “o africano não esquecia sua cultura e o recriou do jeito que podia nesse novo país”. Como Zumbi, essa música divina se tornou, hoje, símbolo de um país.

A cada toque que se seguirá durante a Roda, o Clube do Samba reafirma sua proposta de trazer para o público de Rio Branco uma experiência que vá além do som. Para o presidente do clube, Anderson Liguth, essa edição da Terça do Samba é “uma ação afirmativa que mostra como a negritude contribui de forma fundamental com a nossa cultura, seja em manifestações artísticas ou não”.

thumb rodaresistenciasamba

Ações do Clube

Em especial, a Roda desse mês terá também caráter filantrópico. Toda a bilheteria será revertida para doação ao Educandário Santa Margarida, como ação prevista no cronograma anual do Clube. Ingressos continuam a R$ 5 (inteiro) e R$ 2,50 (meio).

A campanha “Samba de Letrinha” segue até o fim de novembro, e o Casarão será ponto de coleta para a doação de livros e outras mídias de samba durante a festa.

O Clube do Samba Acre conta com apoio da Fundação Elias Mansour para realização da Roda Cultural, e tem parceria com a Biblioteca da Floresta para formação de acervo com as doações da campanha. Para saber mais acesse a página http://facebook.com/clubedosambaac.

 

 

Fonte: Agênciaac

+ sobre o tema

Oscar: Spike Lee é indicado como Melhor Diretor pela primeira vez em 42 anos de carreira

Aclamado diretor também concorre ao prêmio de Melhor Filme...

Jornalista da CNN admite em entrevista ter sido vítima de pedofilia

O jornalista Don Lemon, do canal CNN, admitiu, durante...

África: Um Continente sem História? por Emir Sader

Os atravessamentos políticos e sociais na África, que levam...

para lembrar

Cantora Etta James sofre de doença “terminal”, diz médico

Etta James, uma das maiores cantoras de soul music...

Pela primeira vez uma mulher ganha o Oscar de melhor direção

A cineasta Kathryn Bigelow, responsável por "Guerra ao Terror",...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo...

O chute de Éder

Quando o número 9 português marcou o gol da...
spot_imgspot_img

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento da Shirley Villela, nossa companheira e amiga, tecedora da Redes da Maré, de 2013...

NICHO 54 lança publicação inédita que investiga a história do Cinema Negro no Brasil 

Pesquisa que mapeou e consolidou dados sobre filmes produzidos por pessoas negras no Brasil de 1949 a 2022 encontrou 1.104 obras; 83% de toda...

Sambista ligada ao rap, Leci Brandão rebate críticas de Ed Motta: ‘Elitista’

Leci Brandão, 79, rebateu com estilo as recentes declarações de Ed Motta, que chamou de "burros" os fãs de hip hop, "sem exceção". Sem citar...
-+=