Guest Post »

Com resistência negra, Aparelha Luzia é o melhor espaço cultural de 2016

Aparelha Luzia reúne gente inteligente no centro paulistano

Fonte: Blog do Arcanjo

por Miguel Arcanjo Prado

São Paulo tem um lugar onde é possível escutar em sequência as músicas “Canto para o Senegal”, “Povo Comum Pensar”, “Alfabeto do Negão” e “Haja Amor”, enquanto se toma uma cerveja Guerrilheira e se joga uma conversa fora sobre empoderamento da mulher negra ou outro tema igualmente inteligente.

Trata-se do Aparelha Luzia, centro cultural-bar-lugar-de-resistência ou “associação-preta-política-artística-gentista-destruidora-das-razões-dominantes”, como prefere a aguerrida artista Erica Malunguinho, à frente do espaço localizado no mais charmoso galpão do centro paulistano, ali na rua Apa, número 78, nos arredores do metrô Marechal Deodoro.

O nome emblemático é uma homenagem aos aparelhos dos anos 1960 e 1970, que abrigavam aqueles que lutavam contra a ditadura, apelido agora vertido para o feminino combinado com Luzia, nome da primeira brasileira, de traços negros e cujo fóssil data de 12 mil anos atrás.

Se a pista ferve nas altas horas com muita percussão, durante tardes e noitinhas é possível acompanhar o ensaio do bloco afirmativo Ilu Inã, conferir o lançamento do mais novo clipe da Luedji Luna, comer os deliciosos sanduíches de queijo coalho ou calabresa ou mesmo o “almojanta” preparado com todo axé por Ciça Alves para os mais famintos.

Também é possível, entre milhões de possibilidades, conversar sobre teatro negro com os integrantes de grupos como Os Crespos, Trança Teatro ou Coletivo Negro — que sempre dão pinta por lá —, bater um papo com a cantora Leci Brandão ou o professor da USP Dennis de Oliveira, ouvir Elisa Lucinda recitar suas poesias ou o astro dos musicais Reynaldo Machado cantar uma canção com sua voz potente, parabenizar Áurea Carolina por ter sido a vereadora mais votada de BH ou simplesmente tombar ao lado de Liniker e Preta Rara enquanto a DJ Evelyn Cristina aquece a pista.

O Aparelha Luzia é o melhor espaço cultural de 2016. E tem tudo para se tornar o point do verão 2017. É lugar para se estar junto dos seus, daqueles que entendem o diálogo e a luta da negritude. Deu curiosidade? Então, corra pra lá. A promessa é que, após merecidas férias neste período de festas, o espaço volte fervilhante a partir de 12 de janeiro de 2017.

Aparelha Luzia * * * * *
Avaliação: Ótimo
Onde: Rua Apa, 78, Campos Elíseos, metrô Marechal Deodoro, São Paulo
Informações: Aparelha Luzia no Instagram e Aparelha Luzia no Facebook

Artigos relacionados