Comediante se passa por bêbada e vende drogas a polícia para provar que brancos têm privilégios

Jessie Kahnweiler cometeu uma série de infrações para tentar ser presa, mas não conseguiu

Do O GLOBO

Uma comediante americana fingiu estar bêbada e vendeu drogas para policiais com o objetivo de provar que os brancos têm privilégios em relação à aplicação das leis. Jessie Kahnweiler divulgou um vídeo na internet que mostra suas tentativas de ser presa pela polícia de Los Angeles.

Ela tentou chamar atenção para o suposto privilégio dos brancos em um contexto no qual a polícia americana é acusada de preconceito contra negros, como no caso da cidade de Ferguson, no Missouri, onde um policial foi absolvido após matar um jovem negro, ano passado.

Durante o vídeo, a comediante se finge de bêbada, anda nua pela cidade, nada em um chafariz— onde há uma placa de proibido — e até oferece remédios antidepressivos a um policial que, mesmo alertando a jovem de que a prática é ilegal, faz vista grossa.

 

Em entrevista ao site “Buzzfeed News”, Jessie afirma que nunca se atreveria a entender o que é ser negro nos Estados Unidos, mas afirmou que “ é realmente uma experiência de abrir os olhos”. A comediante afirmou ainda que odiar o racismo apenas no Facebook “não é suficiente”. Em uma enquete feita na rua, uma das entrevistas confirma a percepção de Jessie: “Você nunca vai entender isso. Até viver na pele de alguém que passou por isso”.

+ sobre o tema

O que eles não nos contaram?

Eu não sei como brigar, eu só sei como...

A ação do DEM contra as cotas – semeando ódio para colher votos

Fonte: Congresso em Foco- Por Bajonas Teixeira de Brito...

Azealia Banks é vítima de racismo e agressão por Russell Crowe em festa

A noite do último sábado, 15, não foi nada...

Lippi descarta chamar Balotelli por luta contra racismo

O técnico Marcello Lippi disse nesta terça-feira que não...

para lembrar

Kabengele Munanga-Uma Abordagem Conceitual das Noções de Raça, Racismo, Identidade e Etnia

Por Kabengele Munanga Etmologicamente, o conceito de raça veio do...

TJ capacita agentes para identificar e punir crimes de racismo em Alagoas

Curso é parceria entre TJ e Secretaria de Promoção...

Nossos passos vêm de longe

Julho é o mês em que celebramos o Dia...
spot_imgspot_img

Câncer: racismo aumenta mortes entre população negra, indica estudo

Dados do Ministério da Saúde, levantados por pesquisadores do Rio de Janeiro e divulgados em abril último, demonstram que o acesso ao diagnóstico e...

Censo 2022: taxa de analfabetismo entre pretos e pardos é mais que o dobro da registrada entre brancos

A taxa de analfabetismo entre a população negra é mais do que o dobro da registrada entre os brancos. Enquanto o índice de pretos...

Ministério Público de MG denuncia influenciadora que associou tragédia no RS a ‘terreiros de macumba’

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou a influenciadora Michele Abreu por intolerância religiosa, por publicações que associavam a tragédia do Rio Grande do Sul a...
-+=