Conceição Evaristo fala sobre racismo estrutural e educação em congresso mundial sediado pelo Sesc RJ

Enviado por / FonteDo O Globo

Anticapacitismo, antirracismo e letramento científico estão entre os assuntos do evento, que reúne especialistas de diferentes países

Uma das escritoras brasileiras mais influentes da atualidade, Conceição Evaristo participará, nesta quinta-feira (26), da 4ª edição do Congresso Mundial de Educação Sesc RJ, que vai até sexta. Ela estará na roda de conversa “Intelectualidades negras”, às 18h, na qual receberá a também escritora e professora Bárbara Carine, idealizadora da primeira escola afro-brasileira. A ideia é discutir a educação à luz dos desafios impostos pelo racismo estrutural brasileiro. Quem não puder comparecer à sede do Sesc RJ, no Flamengo, para assistir ao encontro (mediante inscrição prévia no site), poderá acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal da instituição no YouTube.

A atividade com Conceição Evaristo fechará a programação do segundo dia do evento, que contará também com os minicursos “Por uma educação de esperança”, “Antirracista; inclusão em educação e direitos humanos” e “Translinguagem e línguas em contato”, além de apresentação de trabalhos inscritos.

Com o tema “Despertar das consciências”, o Congresso Mundial de Educação é um convite à reflexão sobre temas como anticapacitismo, antirracismo e letramento científico. Especialistas do Brasil e do exterior estão reunidos no Flamengo para discutir os rumos do ensino e da aprendizagem no país e no mundo. Fazem parte da lista de convidados ainda Gabriel Chalita, Emílio Figueira, Marcelo Zig, Issaka Maïnassara (Níger), Alicia Fernanda Sagüés Silva (Espanha), David Rodrigues (Portugal), Anny Ocoró Loango (Argentina), Carlos Alvarez Nazareno (Argentina) e Aliã Wamiri Guajajara.

O congresso oferece palestras, minicursos, debates, sessão de diálogos, exposições e lançamentos de livros. A programação completa pode ser conferida em congressomundialdeeducacao.com.br. Antes de sua realização, foram programadas visitas a territórios de comunidades quilombolas, indígenas e de herança africana.

Serviço

Endereço: Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo

Entrada: Gratuita

Horário: das 9h às 22h

+ sobre o tema

Alagoas é o 5º estado que mais mata gays no país e o 3º do Nordeste

Dados são repassados pelo Conselho de Direitos Humanos LGBT,...

Três mulheres se casam e esperam uma filha

Trio teve ajuda de um advogado para conseguir se...

Vai -Vai homenageia as mulheres no carnaval de 2012

TEMA: "MULHERES QUE BRILHAM - A FORÇA FEMININA NO...

Casos de violência doméstica contra mulher quintuplicam em 8 anos no RJ

Em função deste aumento, quantidade de audiências quadruplicou por...

para lembrar

3a edição do Mercado di Pret@ será realizado no Rio de Janeiro

Nos dias 07, 08 e 09 de novembro de...

PL que criminaliza homofobia vai ser arquivado no Senado

Por questões regimentais, o projeto de lei que criminaliza...

Themis oferece palestra de direitos trabalhistas para domésticas

No dia 8 de julho, às 13h, acontece na...

Beyoncé lança curta-metragem em que reflete sobre a fama e o feminismo

'Quando você é famoso, ninguém olha mais para você...
spot_imgspot_img

CNJ pede explicações a juízas sobre decisões que negaram aborto legal

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta sexta-feira (12) intimar duas magistradas do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) a prestarem esclarecimentos sobre...

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...
-+=