Conceição Evaristo fala sobre racismo estrutural e educação em congresso mundial sediado pelo Sesc RJ

Enviado por / FonteDo O Globo

Anticapacitismo, antirracismo e letramento científico estão entre os assuntos do evento, que reúne especialistas de diferentes países

Uma das escritoras brasileiras mais influentes da atualidade, Conceição Evaristo participará, nesta quinta-feira (26), da 4ª edição do Congresso Mundial de Educação Sesc RJ, que vai até sexta. Ela estará na roda de conversa “Intelectualidades negras”, às 18h, na qual receberá a também escritora e professora Bárbara Carine, idealizadora da primeira escola afro-brasileira. A ideia é discutir a educação à luz dos desafios impostos pelo racismo estrutural brasileiro. Quem não puder comparecer à sede do Sesc RJ, no Flamengo, para assistir ao encontro (mediante inscrição prévia no site), poderá acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal da instituição no YouTube.

A atividade com Conceição Evaristo fechará a programação do segundo dia do evento, que contará também com os minicursos “Por uma educação de esperança”, “Antirracista; inclusão em educação e direitos humanos” e “Translinguagem e línguas em contato”, além de apresentação de trabalhos inscritos.

Com o tema “Despertar das consciências”, o Congresso Mundial de Educação é um convite à reflexão sobre temas como anticapacitismo, antirracismo e letramento científico. Especialistas do Brasil e do exterior estão reunidos no Flamengo para discutir os rumos do ensino e da aprendizagem no país e no mundo. Fazem parte da lista de convidados ainda Gabriel Chalita, Emílio Figueira, Marcelo Zig, Issaka Maïnassara (Níger), Alicia Fernanda Sagüés Silva (Espanha), David Rodrigues (Portugal), Anny Ocoró Loango (Argentina), Carlos Alvarez Nazareno (Argentina) e Aliã Wamiri Guajajara.

O congresso oferece palestras, minicursos, debates, sessão de diálogos, exposições e lançamentos de livros. A programação completa pode ser conferida em congressomundialdeeducacao.com.br. Antes de sua realização, foram programadas visitas a territórios de comunidades quilombolas, indígenas e de herança africana.

Serviço

Endereço: Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo

Entrada: Gratuita

Horário: das 9h às 22h

+ sobre o tema

Uylê das Pretas acontece neste sábado, às 16h, na Casa da Pólvora

Evento faz parte do 25J, mês da mulher negra,...

Mulheres negras: sororidade e luta

“8 de março o que é o que é?...

“Representatividade é fundamental”, diz Leci Brandão

“Sempre fui ativista”. É assim que a deputada estadual...

Jovem de Feira é aceita em nove universidades dos EUA

A estudante de Feira de Santana Geórgia Gabriela da...

para lembrar

Somos todos seres humanos

Lilico aos 12 anos cursava o 6ª ano da...

Docentes se destacam em projetos, apesar da adversidades

Na contramão das dificuldades, professores apostam em iniciativas que...

Saiba como usar o Enem para cursar uma universidade em Portugal

Doze instituições de ensino superior em Portugal aceitam os...
spot_imgspot_img

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...

Conceição Evaristo é eleita a nova imortal da Academia Mineira de Letras

A escritora Conceição Evaristo, 77, foi eleita nesta quinta (15) membro da Academia Mineira de Letras, na cadeira número 40, já ocupada por Afonso Pena Júnior e...

Como a educação antirracista contribui para o entendimento do que é Racismo Ambiental

Nas duas cidades mais populosas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, o primeiro mês do ano ficou marcado pelas tragédias causadas pelas...
-+=