Correio do Canadá se desculpa por ter entregue panfletos homofóbicos

Material encomendado por uma associação gospel continha textos que acusavam homossexuais de incitar a violência e de estarem em “guerra com Deus”

Por Redação

 

O Canada Post, principal serviço de correio do Canadá, se desculpou depois que descobriu ter transportado e entregue um carregamento que continha panfletos de conteúdo homofóbico, encomendados pela People’s Gospel Hour de Halifax. O conteúdo, entre outras coisas, afirma que a “homossexualidade causa violência”.

De acordo com The Telegram o folheto contém oito página com afirmações do tipo: “o homossexual está em guerra com Deus” e que ser gay “é uma perversão imunda”. O porta-voz do Canada Post, John Haines, se desculpou publicamente pelo ocorrido e garantiu que tais materiais não serão mais distribuídos pela empresa.

“Nós não sabíamos o que estava lá dentro, porque não abrimos. Mas, uma vez que se analisou o conteúdo, pudemos ver que poderia ser ofensivo para algumas pessoas e nós não distribuímos mais até que tivéssemos um parecer jurídico. O Canada Post não é autor deste material. Nós fizemos a distribuição porque foi devidamente preparado e quando se olha para ele, há informação clara de onde veio e quem o publicou”, declarou Haines.

O porta-voz da empresa ainda disse que as pessoas devem ir se queixar com a empresa destinatária. “Se alguém tiver dúvidas sobre o conteúdo, eles devem conversar com essa parte (empresa que recebeu o material). Eu posso dizer que nós pedimos desculpas se alguém se sentiu ofendido e que não vamos entregar mais do mesmo conteúdo”, garantiu John Haines.

Denise Cole, ativista LGBT do Canadá, disse que tal fato é inaceitável, pois há leis no país que proíbem atitudes discriminatórias. “Eu pensei que tivéssemos ultrapassado isto. Nós erguemos a bandeira do arco-íris em nossa comunidade durante as últimas duas semanas em apoio à diversidade e inclusão e, em seguida, o Canada Post permite propaganda e correio de ódio. Existem leis em vigor que proíbem a disseminação do discurso de ódio contra as pessoas LGBT”, protestou a ativista.

O porta-voz do People’s Gospel Hour de Halifax confirmou que o grupo encomendou os materiais mas não quis se pronunciar.

Fonte: Revista Fórum

+ sobre o tema

Inscrições no Enem 2024 são prorrogadas até 14 de junho

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Inscrições para o Enem 2024 terminam nesta sexta-feira (7)

Termina nesta sexta-feira (7) o prazo para realização das...

para lembrar

Por que o tema da redação do Enem incomodou tanto?

Dia 25 de Outubro de 2015. Redação do Enem....

Campanha e UnB oferecem curso sobre grandes educadoras e educadores brasileiros

O curso de extensão "Educadoras e Educadores Brasileiros: do...

Apesar de alerta, escola funciona sobre lixão

Por: EDUARDO GERAQUE Colégio da rede municipal na zona...

MEC mira universidades por ‘balbúrdia’ e corta 30% de verba da UnB

Sem detalhar critérios, o ministro Weintraub disse que a...
spot_imgspot_img

Harvard lança mais de 100 cursos gratuitos e legendados em português

Os cursos disponíveis são divididos nas áreas a seguir. Artes e Design; Negócios e Gestão; Ciência da Computação; Ciência de Dados; Ciência e Engenharia; Ciências Sociais; Desenvolvimento Educacional e Organizacional; Humanidades; Matemática e...

UnB abre vagas na especialização gratuita em Políticas Públicas e Tecnologias Educacionais

A Universidade de Brasília (UnB) abriu 26 vagas na especialização gratuita em Políticas Públicas e Tecnologias Educacionais, que serão divididas da seguinte maneira: 15 vagas...

Inscrições no Enem 2024 são prorrogadas até 14 de junho

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram prorrogadas até o dia 14 de junho, anunciou o ministro da Educação, Camilo Santana,...
-+=