Dilma se manifesta no Twitter contra assassinato de Douglas pela PM

“Assim como Douglas, milhares de outros jovens negros da periferia são vitimas cotidianas da violência”, diz presidenta

A presidenta Dilma Rousseff usou seu Twitter para manifestar solidariedade à família de Douglas Rodrigues, de 17 anos, morto pela polícia, na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo. O estudante estava em frente a um bar, quando uma viatura passou e, segundo seu irmão, atirou em Douglas. “Ele ainda perguntou: ‘Senhor, por que o senhor atirou em mim?’ Nem ele sabe por que tomou um tiro”, disse a mãe da vítima.

Fonte: Revista Fórum

+ sobre o tema

Canadá admite ter sido cúmplice de ‘genocídio racial’ de mulheres indígenas

O Canadá foi cúmplice de um "genocídio racial" contra...

Tapetão e racismo rebaixam Meleiro

Fonte: Engeplus Telecom - O atual vice campeão do Regional...

Campanha do UNICEF sobre os impactos do racismo na infância é premiada em Cannes

Brasília – A mobilização da campanha sobre os...

Keeanga-Yamahtta Taylor reflete sobre a força que vem do ativismo negro

As eleições que levaram a afro-americana Kamala Devi Harris...

para lembrar

Funcionária de escola nos EUA é demitida ao chamar Michelle Obama de “gorila”

Uma funcionária do distrito escolar do condado de Forsyth,...

O Negro no atual momento Político

O Brasil foi sacudido nos últimos dias por um...

Consciência negra na Educação e na escola (para além de novembro)

Pra que se desenhe um programa que lute contra...

Debate sobre cotas marca visita de Aloisio Teixeira ao CCS

MICHELLY ROSA - AGENCIA UFRJ DE NOTÎCIAS - CCS...
spot_imgspot_img

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...

Como o diabo gosta

Um retrocesso civilizatório, uma violência contra as mulheres e uma demonstração explícita do perigo que é misturar política com fundamentalismo religioso. O projeto de lei...

Homens, o tema do aborto também é nossa responsabilidade: precisamos agir

Nesta semana, a escritora Juliana Monteiro postou em suas redes sociais um trecho de uma conversa com um homem sobre o aborto. Reproduzo aqui: - Se liberar o...
-+=