É só uma mulher negra

É só uma mulher negra – Poema de Júlio Ribeiro Xavier, em co-produção com a acadêmica Maiara Sheila Freitas Santos, para homenagear a escritora Carolina Maria de Jesus, autora do livro “Quarto de Despejo”.

É só uma mulher negra

Uma mulher negra da favela

Onde já se viu uma mulher negra fazer novela?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra sem eira nem beira

Onde já se viu uma mulher negra  querendo fazer feira?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra que mora perto do lixo

Onde já se viu  uma mulher negra querer ter direito ao seu próprio luxo?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra semialfabetizada

Onde já se viu  uma mulher negra querer ser elitizada?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra resiliente

Onde já se viu uma mulher negra sapiente?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra petulante

Onde já se viu uma mulher negra cintilante?

É só uma mulher negra

Uma mulher negra escritora

Onde já se viu uma mulher negra redentora?

Autores: Maiara Scheila Freitas Santos – Acadêmica do Curso de Psicologia/UFPel       |       Julio Ribeiro Xavier – Acadêmico do Curso de Psicologia/UF


** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

+ sobre o tema

Racismo científico, definindo humanidade de negras e negros

Esse artigo foi pensado para iniciar um diálogo sobre...

“Pérola Negra: Ruth de Souza” traça panorama da carreira da atriz

Mostra que entra em cartaz no CCBB traz 25...

Mylene Pereira Ramos: a juíza que defende maior diversidade na magistratura

“Em nossa sociedade, fatores como raça e condição social,...

para lembrar

Jovem preta é afastada de bebê após nascimento em maternidade de Florianópolis

Manifestantes fizeram um ato na tarde desta sexta-feira (30),...

Discriminação é comum, porém velada, dizem negras desempregadas

Para atendente, oportunidades de emprego são maiores para os...

Eu, mulher, psicóloga e negra

Quando nossa comissão editorial resolveu ouvir psicólogos negros, para...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Refletindo sobre a Cidadania em um Estado de Direitos Abusivos

Em um momento em que nos vemos confrontados com atos de violência policial  e  não punição, como nos recentes casos de abuso de poder...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...
-+=