Em Alagoas todo dia se mata um jovem Zumbi!

por Arísia Barros

 

Em Alagoas o genocídio de jovens negros e pobres é igual à morte de bicho sem dono.
Meninos e adolescentes, jovens negros em Alagoas estão sendo triturados, no dia-a-dia, pela enxurrada torrencial da violência que expõe o altíssimo grau do descaso institucional em relação a qualidade de vida da sociedade tutelada, na hegemônica terra de Cabral.
O povo de pele preta é maioria invisível.
Nossos governantes trazem o estigma escravocrata e o silêncio velado do desconhecimento histórico consciente e ideológico, carregado de contradições e ambigüidades.
Não há alteração na rota do racismo, nas Alagoas de Palmares.

genocc3addio-em-alagoas

Quem sabe na rota do Imperador ou na rota do Mapa da Violência 2012. Os Novos Padrões da Violência Homicida no Brasil ?
O Mapa da Violência é feito cartografia da carnificina da população jovem e negra, em Alagoas.
Segundo o discurso, com concepção estreita, de campanha e agora oficial do governo do estado de Alagoas, as mortes crescentes de jovens negros e pobres são justificadas pelo uso do crack, “a moçada das drogas”.
As mortes dos jovens negros e pobres os-filhos-dos-outros-da-grota-pobre-e-distante que perdem a vida nessa limpeza étnica e social, não nos interessa.
A bala de doze que explode o crânio de jovens negros é naturalizada, afinal é o povo sem staff, nem partidos políticos para levantar bandeiras ou mobilizar a sociedade.
A bala de 12 que espalha sangue e esvai vidas jovens em asfalto quente, não nos interessa.
É pesada e persistente a chaga do racismo que tem a nossa anuência: de uma ampla parcela do povo alagoano, em cumplicidade com a elite dominante : homens,brancos,ditos heterossexuais, ditos católicos.
A bala perdida em Alagoas tem alvo certo: negro, jovem, pobre, morador de grotas
Alagoas é um estado acéfalo no quesito direito humanos relacionados à população negra.
Em Alagoas o genocídio de jovens negros e pobres é igual a morte de bicho sem dono.
Alguém diz o contrário?

Fonte: Mamapress

+ sobre o tema

Nath Finanças entra para lista dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo

A empresária e influencer Nathalia Rodrigues de Oliveira, a...

Ministério da Igualdade Racial lidera ações do governo brasileiro no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, está na 3a sessão do...

Crianças do Complexo da Maré relatam violência policial

“Um dia deu correria durante uma festa, minha amiga...

Concurso unificado: saiba o que o candidato pode e não pode levar

A 20 dias da realização do Concurso Público Nacional...

para lembrar

Der Spiegel: PM carioca é pior que as gangues

  “Pior do que gangues”. Esta é a...

Secretário de Haddad diz que disparo contra jovem no Jaçanã foi intencional

Rogério Sottili conversou com parentes e amigos do rapaz...

Justiça do Rio nega habeas corpus a policiais envolvidos no desaparecimento de Amarildo

Douglas Corrêa Repórter da Agência Brasil   Rio de Janeiro - A...
spot_imgspot_img

Negros são maioria entre presos por tráfico de drogas em rondas policiais, diz Ipea

Nota do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que negros são mais alvos de prisões por tráfico de drogas em caso flagrantes feitos...

Um guia para entender o Holocausto e por que ele é lembrado em 27 de janeiro

O Holocausto foi um período da história na época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando milhões de judeus foram assassinados por serem quem eram. Os assassinatos foram...

Caso Marielle: mandante da morte de vereadora teria foro privilegiado; entenda

O acordo de delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa, acusado de ser o autor dos disparos contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), não ocorreu do dia...
-+=