Enfermeira denuncia turista após ser chamada de “macaca” em hospital de Arraial do Cabo

Uma enfermeira de 38 anos foi vítima de injúria racial no Hospital Geral de Arraial do Cabo, na última quinta-feira (20). Debora da Silva Nascimento denunciou uma turista chilena que a teria chamado de “monkey, monkey, monkey”, que significa macaco em inglês.

por Bertha Muniz no Clique Diário

imagem: Geledés

Debora contou que estava no plantão da unidade de saúde, quando a turista chegou com o irmão que tinha sofrido uma queda. De acordo com a enfermeira, a turista estava muito nervosa e questionando o atendimento do hospital. Ainda segundo a vítima, a turista também teria ofendido outras enfermeiras, chamando-as de faveladas.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e compareceu ao local. A enfermeira, a turista e mais duas testemunhas prestaram depoimento na 125ª Delegacia Policial de São Pedro da Aldeia (125ª DP), que estava de plantão no dia do ocorrido. O caso será encaminhado à 132ª DP (Arraial do Cabo).

De acordo com a Polícia Civil, a turista pagou fiança e foi liberada.  A Prefeitura de Arraial do Cabo afirmou que “o hospital está acompanhando o caso e dando todo apoio para a funcionária”.

imagem- Clique Diário

Em uma rede social a enfermeira falou sobre a sensação de impunidade após o ocorrido. “Hoje sofri racismo no meu local de trabalho onde cuido de pacientes e dou o meu melhor. Saio da minha casa, deixo meus filhos venha exercer minha função, meu trabalho que tanto amo. Só esquecemos que não só lidamos com paciente que está doente, mas familiares que muitas das vezes nos ofendem. Fui ofendida por uma turista chilena que me chamou de monkey. Chamei a polícia, fui à delegacia fiz tudo que um cidadão de bem faria, só que pra minha surpresa ela pagou uma fiança e foi embora. Tenho que procurar um advogado para dar andamento ao processo pra que ela seja penalizada. Fiquei me perguntando sentada naquela cadeira onde está a justiça que tanto proferimos, o próprio delegado me disse que precisamos mudar a lei as penalidades são pequenas”,  desabafou .

+ sobre o tema

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

Estudo mostra o impacto do fator racial materno no desenvolvimento infantil

O ganho de peso e o crescimento dos filhos está diretamente relacionado ao fator etnorracial...

para lembrar

1,5 milhão de mulheres negras são vítimas de violência doméstica no Brasil

Elas representam 60% das 2,4 mi de agredidas. Reportagem...

Dona de café tem placa a avisar clientes que é negra

A proprietária de um café em Inglaterra colocou...

A primeira juíza mulher da NBA e sua história de resistência

“Eu sabia que todo mundo estava esperando que eu...

É Tempo de Anastácia!

Quantas de nós, mulheres negras, ainda somos silenciadas nos...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=