França subvencionará custo total dos abortos a partir de 2013

Paris, 27 set (EFE).- A França subvencionará o custo total dos abortos a partir do próximo ano, contra 80% da operação que paga atualmente, segundo o projeto de lei de financiamento da seguridade social antecipado nesta quinta-feira pela imprensa. A decisão de pagar a totalidade das interrupções voluntárias da gravidez era uma das promessas eleitorais do atual presidente, François Hollande, durante a campanha que o levou ao Palácio do Eliseu em maio passado. Na atualidade, o Estado paga 80% dos abortos cirúrgicos e 70% dos médicos. Segundo o jornal “Les Echos”, a ministra da Saúde, Marisol Touraine, deve incluir esta medida no projeto de lei de financiamento da seguridade social que será apresentado na próxima segunda-feira. Segundo um estudo da Inspeção Geral de Assuntos Sanitários de três anos atrás, os abortos têm um custo total de cerca de 70 milhões de euros, dos quais até agora o Estado pagava 55 milhões. Em média, uma interrupção voluntária da gravidez com remédios ronda os 190 euros, enquanto uma cirúrgica praticada em uma clínica particular chega a 450 euros. Na França, o aborto é legal nas 12 primeiras semanas de gravidez. Por volta de 220 mil interrupções voluntárias da gravidez são praticadas no país. EFE lmpg/ma

 

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

Homossexual é espancado e enterrado vivo no Pará

O professor foi rendido e amordaçado em casa na...

Tornar-se mãe

Para muitas mulheres, a maternidade inicia-se na gestação. Para...

Obrigada Heleieth Saffioti pela vida e obra dedicadas a emancipação das mulheres

(1934 2010) "Obrigada Heleieth I.B. Saffioti pela vida e obra dedicada...

para lembrar

Mulheres latinas têm 20% menos direitos legais do que os homens

As mulheres da América Latina e do Caribe têm...

Lula indica a advogada Vera Lúcia para compor o plenário do TSE

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou a...

Um, dois, três, o machismo da vez

Uma das coisas mais maravilhosas do machismo é que...

Mulheres vítimas de violência estão sem atendimento em São Paulo

No início do nosso mandato, em 2017, protocolamos um...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=