Frente Negra Gaúcha (FNG) organiza webinar para celebrar o ‘Julho das Pretas’ nesta quinta (22)

Enviado por / FonteBrasil de Fato

Pelo segundo ano consecutivo, a Frente Negra Gaúcha (FNG), por meio de sua Diretoria de Comunicação, realiza o “Julho das Pretas”. Trata-se de uma programação especial em homenagem às mulheres, a fim de marcar as comemorações do Dia Internacional da Mulher Negra, Latina e Caribenha, cuja data é celebrada no dia 25 de julho.

Para marcar a data, será realizado nesta quinta-feira (22), às 20h, o webinar “Atuação de Mulheres Negras nas Pedagogias Culturais”, com a presença de quatro personalidades, de diferentes gerações, representativas da luta das mulheres no estado e no país. A transmissão é pelo Facebook da FNG.

Webinar “Atuação de Mulheres Negras nas Pedagogias Culturais” conta com a presença de quatro personalidades representativas da luta das mulheres / Divulgação

Participam a professora Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva, docente da UFRGS e professora titular de Ensino-aprendizagem: Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal de São Carlos Faculdade São Carlos; Luana Santos, presidente recém-eleita da Imperadores do Samba e 1ª mulher, na agremiação, a presidir a tradicional escola de samba; Helena Meirelles, professora e ativista do movimento LGBTQIA+; e Vera Lopes, atriz de cinema e teatro e ativista do movimento negro. A mediação será da jornalista e produtora cultural Silvia Abreu. Estas mulheres, por seu pioneirismo, coragem, criatividade, talento e profissionalismo, dignificam aquelas que as precederam. 

Tendo como tema “Nossos Passos Vêm de Longe”, frase atribuída à Maya Angelou e consagrada pela médica e ativista Jurema Werneck, a FNG busca recuperar a memória da luta histórica das mulheres negras até os dias atuais e, ao mesmo tempo, proporcionar-lhes espaço articulado e organizado de participação.

Ao longo do mês de julho, também promoveu uma campanha de depoimentos em vídeo de mulheres de diferentes faixas etárias e profissões, homenageando outras mulheres de relevância no cenário local, nacional ou internacional, que as inspiraram por suas significativas contribuições à sociedade e à luta das mulheres.

Participaram da campanha em vídeos: Aline Alves, acadêmica de Relações Internacionais/membra FNG; Lucia Regina Brito Pereira, vice-presidente do Codene-RS; Mariana Marmontel, slammaster, atriz, produtora cultural e afro-empreendedora; Marguerite Silva Santos, soprano e jazzista; Marina Edi da Silva Rodrigues, carnavalesca, manequim, professora e ativista negra; Nina Fola, socióloga, produtora cultural, cantora e percussionista; Pathy Costa, estrategista digital; Silvia Prado, psicóloga; Valéria Barcellos, cantora e performer.

Os vídeos da campanha estarão disponíveis nas redes sociais da Frente Negra Gaúcha.

+ sobre o tema

Angela Davis nos dá esperança!

Ontem, 23 de outubro de 2019, Angela Davis realizou...

Movimentos sociais pedem reabertura de centro de atendimento à mulher na Baixada

O Centro Integrado de Atendimento à Mulher (Ciam), referência...

Entenda por que o vagão feminino não é a solução

Com a finalidade de resolver a questão da violência...

para lembrar

Ministra diz que números da violência são ‘espelho da cultura machista na Paraíba e no Brasil’

A ministra Eleonora Menicucci falou em solenidade nesta segunda-feira...

Acompanhe mobilizações pelo país contra o assassinato de #MariellePresente

Acompanhe mobilizações pelo país contra o assassinato de #MariellePresente

Igreja Luterana da Noruega aprova casamento gay

A Igreja Luterana da Noruega aprovou, nesta segunda-feira (11),...

Raia de ‘Procurando Dory’ será primeiro personagem transgênero da Disney

O primeiro trailer de 'Procurando Dory' revelado semanas atrás...
spot_imgspot_img

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....

Conheça Luana de Noailles primeira manequim do Brasil

A baiana Luana não é muito conhecida no Brasil, mas na Europa ela é um ícone da moda há décadas. Considerada a primeira manequim negra...

Pesquisadora aponta falta de políticas para diminuir mortalidade materna de mulheres negras no DF

"O Brasil é um país muito difícil para uma mulher negra ser mãe, por diversos fatores, dentre eles as dificuldades de acesso a saúde pública,...
-+=