quarta-feira, setembro 22, 2021
InícioGeledésMemória InstitucionalGeledés e Instituto RME firmam parceria para oferecer capacitações gratuitas a mulheres...

Geledés e Instituto RME firmam parceria para oferecer capacitações gratuitas a mulheres negras

Live de lançamento acontece no dia 7 de abril a partir das 19h no YouTube o Geledés

O Instituto RME e o Geledés – Instituto da Mulher Negra fecharam uma parceria para impulsionar as mulheres negras, em especial as de comunidades periféricas, em seu desenvolvimento profissional e pessoal, por meio do projeto Potência Feminina, do Instituto RME em parceria com o Google.org, que oferece capacitações gratuitas em empreendedorismo, empregabilidade e tecnologia de forma totalmente online.

No cenário pandêmico, a situação para as mulheres negras em relação à falta de emprego se agravou ainda mais, como aponta relatório especial do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos (Dieese), com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (Pnad), realizado pelo IBGE. De acordo com o estudo, o índice de desemprego das mulheres negras e não negras cresceu entre 3,2% e 2,9%, sendo que, se for estratificado, o índice de mulheres negras que perderam seus empregos neste último ano sobe para 19,8%. As trabalhadoras domésticas estão na categoria que sentiram o maior impacto: 1,6 milhão perdeu o trabalho no período da pandemia, sendo que 400 mil tinham carteira assinada e 1,2 milhão não possuía vínculo formal de trabalho.

“A informalidade sempre foi a forma de subsistência da maioria das mulheres negras, assim é extremamente importante a parceria de Geledés e IRME para auxiliar essas mulheres a organizarem seus pequenos negócios”, diz Maria Sylvia de Oliveira, presidenta do Geledés.

Diante deste quadro alarmante, Geledés e o Instituto RME se uniram para tentar oferecer alternativas a essa gigante massa de mulheres negras sem trabalho. Ana Fontes, fundadora da RME e presidente do Instituto RME, ressalta que ações direcionadas devem ter cada vez mais força, e as parcerias proporcionam maior capilaridade em setores que mais precisam.

“Sabemos que a mulher negra está na base da pirâmide social, com menos oportunidades vivendo muitas vezes às margens da sociedade. Acreditamos que capacitações e acompanhamento profissional podem mudar essa realidade. Estamos felizes por estarmos

juntas nessa com o Geledés, que tem uma trajetória histórica na luta pela igualdade racial”, diz.

As mulheres interessadas devem acessar o link e fazer a inscrição. O curso oferece certificação para quem concluir as aulas, que são dinâmicas e contam com exercícios práticos.

Participe da live de lançamento no dia 7 de abril, a partir das 19h no canal do Geledés no YouTube.

Sobre o Instituto RME

O Instituto RME, criado em 2017, é o braço social da Rede Mulher Empreendedora – RME e está apoiado em valores como igualdade de gênero, oportunidade para todos, educação, capacitação acessível e colaboração social. O foco é capacitar mulheres em situação de vulnerabilidade social em todo o Brasil.

Sobre o Geledés

O Geledés Instituto da Mulher Negra, fundado em 1988, é uma organização da sociedade civil que atua política e socialmente na questão racial, nas questões de gênero e de direitos humanos, educação, saúde, comunicação, mercado de trabalho, pesquisa acadêmica e políticas públicas.

Porta-vozes:
Ana Fontes, fundadora da RME e presidente do Instituto RME.
Maria Sylvia de Oliveira, presidenta do Geledés, advogada e Conselheira Seccional-OAB/SP.

RELATED ARTICLES