Grávida é assediada em bar, reage com tapa e acaba assassinada a tiros

Grávida é assediada em bar, reage com tapa e acaba assassinada a tiros. Tatiane Dias da silva de 19 anos, foi morta na varanda de casa, com pelo menos cinco tiros nas costas

Grávida é assediada em bar

Por Luana Rodrigues Do Campo Grande News

Grávida é assediada em bar, reage com tapa e acaba assassinada a tiros

Uma mulher, grávida, foi assassinada na noite desta sexta-feira (18), depois de reagir a um assédio num bar, na Rua Francisco Aires de Lima distrito de Prudêncio Thomaz, em Rio Brilhante – município distante 163 quilômetros de Campo Grande.

Tatiane Dias da Silva de 19 anos, grávida de um mês, segundo o namorado, foi morta com pelo menos cinco tiros nas costas, na varanda da casa onde morava.

Grávida é assediada em bar, reage com tapa e acaba assassinada a tiros

Segundo site ‘Rio Brilhante em Tempo Real’, o namorado da vítima contou que o crime ocorreu logo após a mulher reagir a um assédio num bar que fica em frente a casa, onde teriam ido comprar bebida alcoólica.

Enquanto o namorado da vítima estava no balcão comprando as bebidas o suspeito do crime, Elias Lazaro Cavalheiro de 42 anos, conhecido como ‘‘Neguinho Marcolino”, que estava no bar, teria assediado a vítima.

Ao ver a situação, o namorado saiu em defesa de Tatiane, dizendo ao suspeito que parasse. Porém, Elias, teria insistido nas investidas, momento em que Tatiane desferiu um tapa no rosto do suspeito. O homem, então, teria deixado o local, mas disse que retornaria em seguida.

De acordo com o site, o namorado e Tatiane foram para casa, que fica em frente ao bar, quando o suspeito retornou armado e surpreendeu a moça na varanda da casa.

Segundo testemunhas que também estavam na residência no momento dos disparos, o homem chegou, atirou e saiu calmamente, guardando o revolver na cintura.

A suspeita da polícia é que uma terceira pessoa deu fuga ao assassino em um carro. Buscas foram feitas, mas ele não foi localizado. Tatiane deixa dois filhos, um de quatro anos e outro de um ano e meio.

+ sobre o tema

70 parlamentares do Brasil se comprometem em protocolar projeto que cria Dia Marielle Franco contra violência política

Ação articulada pelo Instituto Marielle Franco, organização fundada pela...

ONU e UnB promovem ‘Diálogos Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50’

Os 30 anos da articulação política do movimento de...

51ª sessão do Cedaw em Genebra

A contribuição da Seppir incidiu sobre as políticas para...

A trajetória intelectual ativista de Beatriz Nascimento •

Abordar a trajetória de Beatriz Nascimento para a revista...

para lembrar

Feminismo e as cortinas a serem despidas

“Quando eu não fazia ideia do que era o...

Ministério do Turismo notifica 2,1 mil sites em combate à exploração sexual

Ministério do Turismo notifica 2,1 mil sites em combate...

H.E.R. é a primeira mulher negra a lançar guitarra assinada em toda história da Fender

Com certeza absoluta você conhece o nome “Fender”, já...

Guia colaborativo reúne denúncias de machismo em bares e baladas

Você já foi vítima de machismo em algum bar...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=