sexta-feira, fevereiro 3, 2023
InícioEm PautaHaddad anuncia Tatiana Rosito e Fernanda Santiago para equipe econômica

Haddad anuncia Tatiana Rosito e Fernanda Santiago para equipe econômica

Rosito foi nomeada Secretária de Assuntos Internacionais, enquanto Santiago será Assessora Especial de Assuntos Jurídicos

O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou nesta quarta-feira (28) duas mulheres para integrar a equipe econômica que assumirá a pasta em 2023: Tatiana Rosito e Fernanda Santiago.

Rosito foi nomeada Secretária de Assuntos Internacionais, enquanto Santiago será Assessora Especial de Assuntos Jurídicos.

“Essas duas funções são muito próximas a mim e exigem uma interface muito grande, inclusive com outros ministérios”, afirmou Haddad.

Quem é Tatiana Rosito

A futura secretária de Assuntos Internacionais, Tatiana Rosito, é diplomata e economista. Anteriormente, foi Secretária Executiva da Câmara de Comércio Exterior da Presidência da República (CAMEX) e Assessora Especial dos Ministros da Fazenda e do Planejamento.

Formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rosito trabalhou nas embaixadas brasileiras em Pequim (DCM) e Cingapura. Além disso, foi Chefe-Representante da Petrobras na China e Diretora-Geral para o Desenvolvimento Empresarial na Ásia de 2017 a 2019.

Quem é Fernanda Santiago

Formada em Direito pela Universidade Federal Fluminense, Fernanda Santiago é especialista em e Direito Público e do Estado. Atualmente, é Procuradora da Fazenda Nacional e mestranda em Direitos Humanos na Universidade de São Paulo (USP).

Em 2022, a jurista foi eleita representante da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional no Conselho Superior da Advocacia-Geral da União (AGU).

Outros nomes

Anteriormente, Haddad já havia anunciado o nome do economista e ex-presidente do Banco Fator, Gabriel Galípolo, para a secretaria-executiva da pasta e de Bernard Appy para secretaria especial da Reforma Tributária. Além de Anelize Lenzi Ruas, para procuradora-geral da Fazenda Nacional.

Para o Tesouro Nacional, o futuro ministro escolheu o auditor fiscal Rogério Ceron. A Receita Federal será ocupada pelo procurador-chefe da Fazenda do município de São Paulo e advogado Robinson Barreirinhas, ex-secretário de Assuntos Jurídicos da cidade de São Paulo na gestão de Haddad.

O economista Guilherme Mello foi escolhido para ocupar a Secretaria de Políticas Econômicas. Além disso, Marcos Barbosa Pinto foi anunciado para a Secretaria de Reformas Econômicas, que substituirá a Secretaria de Assuntos Econômicos.


Por Renata Souza. Com informações de Diego Mendes, Tainá Falcão, Tainá Farfan e Leonardo Ribbeiro, da CNN.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench