Kapulana publica a obra ‘Minha irmã, a serial killer’, da nigeriana Oyinkan Braithwaite

Chega ao Brasil o aclamado livro Minha irmã, a serial killer (Kapulana, 184 pp, R$ 44,90), da escritora nigeriana Oyinkan Braithwaite. Elogiada pela crítica internacional, a obra estará nas livrarias do país no dia 8 de abril.

Por  Jorge Filholini para o Portal Geledés 

A obra estará nas livrarias do país no dia 8 de abril (Divulgação/Kapulana)

Na obra, ambientada na Nigéria, Braithwaite conduz com maestria literária um thriller psicológico que conta a história assustadora sobre duas irmãs com temperamentos e atitudes bem diferentes uma da outra. Korede é amargurada, mas pragmática. Sua irmã mais nova, Ayoola, é a filha favorita e, possivelmente, com sérios distúrbios comportamentais. Seus três últimos namorados aparecem mortos. Um livro com humor peculiar e ácido, cheio de suspense e drama, que prendem a leitura a cada capítulo. Os direitos de adaptação para cinema foram adquiridos pela produtora Working Title, do Reino Unido.

Oyinkan Braithwaite Divulgação

Oyinkan Braithwaite nasceu na Nigéria, África, onde ainda reside, na cidade de Lagos. Em 2014, foi indicada entre as dez melhores artistas spoken word no concurso de poesia slam “Eko Poetry Slam”, em Lagos, Nigéria. Em 2016, foi finalista do “Commonwealt

Sinopse:

Em Minha irmã, a serial killer, a nigeriana Oyinkan Braithwaite conta uma história ao mesmo tempo bem-humorada e assustadora sobre duas irmãs com temperamentos e atitudes bem diferentes uma da outra.

Korede é amargurada, e com razão. Sua irmã mais nova, Ayoola, é a filha favorita, a mais bonita, e, possivelmente, com sérios distúrbios comportamentais. É o terceiro namorado de Ayoola que aparece morto. Korede é pragmática, o que é uma bênção para a irmã Ayoola, pois consegue manter a cabeça fria enquanto limpa cômodos ensanguentados, enfia corpos no portamalas do carro e os joga de pontes no mar.

Ayoola, por outro lado, mesmo sob suspeita, não consegue deixar de postar em suas redes sociais, aparentando muito mais felicidade do que deveria após a morte de um… dois… três namorados. Korede pesquisa e se certifica: três assassinatos e eles te rotulam psicopata. E agora?

Como lidar com a irmã serial killer?

Oyin conduz com maestria literária esse thriller psicológico que surpreende e encanta o leitor a cada página. Conta uma história cheia de suspense e mistério, com humor peculiar e ácido, sem deixar de lado a complexidade da mente de uma sociopata.

Destaques:
• My sister, the serial killer (título original), de autoria da nigeriana Oyinkan Braithwaite, será
lançado internacionalmente em 20 de novembro de 2018.
• Foi escolhido como um dos “Amazon Best Book” de novembro de 2018:
https://www.amazon.com/b/?node=17143709011
• Foi o escolhido n°1 da LibraryReads para novembro de 2018:
https://lunch.publishersmarketplace.com/2018/10/braithwaite-tops-november-library-reads/
• O livro, já altamente divulgado, conta, atualmente, com 293 reviews no site Goodreads.
• Já recebeu resenhas em revistas como Marie Claire.
• Os direitos da obra já foram vendidos para o Reino Unido (Atlantic), Estados Unidos
(Doubleday), República Checa (Host), França (Delcourt), Coreia do Sul (1000 Sentences
Publishing), Holanda (Uitgeverij Plujm) e Brasil (Editora Kapulana).
• Além disso, os direitos de adaptação para cinema foram adquiridos pela produtora Working
Title, do Reino Unido!

Livro: Minha irmã, a serial killer | Autora: Oyinkan Braithwaite | País de origem: Nigéria | Tradutora: Carolina Kuhn Facchin | Ano de publicação: 2019 | Páginas: 184 | Preço: R$ 44,90


** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

+ sobre o tema

Advogada de ‘caminho sem curvas’ defende ativismo e negros no Judiciário

A baiana do interior não sabia o que era...

A deputada federal, Tia Eron não me representa

Somos uma Organização Feminista & Feminina somos Rural e...

O dia das mães e a afetividade das mulheres negras

Em pleno século XXI me angustia a ausência de...

Revelação do pop, Mahmundi produz o próprio disco e quer ser hit nas rádios

Marcela Vale ainda trabalhava em uma loja da rede...

para lembrar

spot_imgspot_img

23ª FIL presta homenagens a Luís de Camões, Ferreira Gullar, Sueli Carneiro e Carlos de Assumpção

Os cinco séculos de nascimento do poeta português Luís de Camões serão celebrados na 23ª edição da FIL – Feira Internacional do Livro de Ribeirão...

Joyce Ribeiro sobre Chica da Silva: ‘Séculos separam lutas contínuas’

A jornalista, apresentadora e escritora Joyce Ribeiro, 44, diz que está em um período especial de sua carreira: fez o lançamento de seu livro...

Fernanda Melchionna lança seu primeiro livro em Cachoeirinha neste domingo; “Tudo isso é feminismo?”

“Tudo isso é feminismo?” – uma visão sobre histórias, lutas e mulheres” marca a estreia de Fernanda Melchionna, no universo do livro. A bibliotecária...
-+=