Lula diz que Serra está com ‘dor de cotovelo’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não está no cargo para curar “dor de cotovelo” do candidato de oposição José Serra (PSDB) nem pretende exercer o papel de “censor da internet”.

Lula fez a afirmação em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre, em resposta a informação publicada pela Folha de que Serra havia dito que alertara o presidente para o vazamento de dados de sua filha, Verônica, protegidos por sigilo fiscal.

“Primeiro acho que nosso adversário deveria procurar um novo argumento. Não é possível que possa pedir que eu censure a internet. Não posso fazê-lo. Ele não me alertou. Ele se queixou”, afirmou.

De acordo com o petista, os dados publicados em blogs que Serra chama de “chapa branca” não têm nada de relevante nem são frutos de quebra de sigilo fiscal.

“Sempre achei que a internet livre tem coisa extraordinariamente séria e coisa extraordinariamente leviana. Não tem nada demais o que a internet publicou sobre a filha de Serra. Há insinuações como há contra o presidente Lula, contra a família do presidente Lula, contra vocês jornalistas individualmente. Se escrevem alguma coisa que o internauta não gosta, tomam cacete o dia inteiro.”

Lula aproveitou para aconselhar rumos para a campanha tucana e criticou a ação do PSDB no TSE pedindo a impugnação da chapa da petista Dilma Rousseff.

“O Serra precisa saber uma coisa: eleição a gente ganha convencendo os eleitores a votar na gente. Não é tentando convencer a Justiça Eleitoral a impugnar a adversária. Isso já aconteceu em outros tempos, na ditadura militar. Na democracia, o sr. Serra que vá para rua, que melhore a qualidade de seu programa (de TV).”

O presidente sugeriu que o tucano apresente propostas para o crescimento industrial do país. “Hoje ele deve estar com dor de cabeça porque o PIB, segundo o IBGE, vai crescer mais do que os mais otimistas diziam que iria crescer. Vai crescer 7%.”

De acordo com o petista, o país vive um “momento de ouro”. “E eu não vou permitir que nenhuma futrica menor, porque não tem nenhuma acusação grave contra o Serra, tem aquelas coisas de internet, atrapalhe. O presidente da República tem coisa mais séria para cuidar do que as dores de cotovelo do Serra.”

Lula chegou a Esteio às 15h30, com uma hora de atraso. Visitou a exposição agropecuária, aberta ontem, passando por vários estandes de agronegócios, vários deles de cooperativas e pequenos agricultores, os quais o aplaudiram e o festejaram com apupos e fotos.

Já nos estandes de gado, Lula chegou a ouvir vaias de produtores que ficaram o dia inteiro impedidos de realizar negócios, porque a segurança da Presidência isolou o local, restringindo a livre circulação de interessados em compras.

Lula assustou sua própria segurança ao descer do carro para visitar a seção de máquinas agrícolas sem aviso prévio. Subiu em tratores, tirou fotos com lideranças e só deu entrevista após os jornalistas se queixarem de que estava indo embora sem falar.

Fonte: Folha.com

+ sobre o tema

Brasil investe pouco em prevenção de desastres

Separada por duas ruas da margem do rio dos...

Ações para a cidadania

Testemunhamos casos de guerras, violências, feminicídios e racismo diariamente....

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de...

para lembrar

Bauman ou o humanismo em estado puro

Tantas pessoas capacitadas escrevendo sobre Bauman, debatendo suas ideias,...

Vozes do Bolsa Família – Contra o estigma da pobreza

O livro 'Vozes do Bolsa Família – Autonomia, dinheiro...

Obama fala com premiê de Israel antes de anúncio de plano de paz

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o...

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05) o Projeto de Lei 4.129/2021, que cria diretrizes para a elaboração de planos de adaptação à...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram emergência no Maranhão devido às fortes chuvas que atingem todo o estado. A informação foi...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do Estado emerge da catástrofe. A pandemia de Covid-19 deveria ter sido suficiente para demonstrar que...
-+=