Lula indica a advogada Vera Lúcia para compor o plenário do TSE

Jurista fazia parte de uma lista enviada pelo Supremo Tribunal Federal ao presidente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou a advogada Vera Lúcia para compor uma das vagas de ministra substituta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de acordo com informações obtidas em primeira mão pelo Correio. O nome dela fazia parte de uma lista tríplice votada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A divulgação oficial está sendo preparada pela Presidência e deve ser informada nas próximas horas pelo Executivo. 

A lista aprovada pelos ministros do Supremo era integralmente feminina. Além de Vera, foram votadas as advogadas Daniela Lima de Andrade Borges e Marilda de Paula Silveira. O artigo 119 da Constituição Federal determina que a corte eleitoral deve ter pelo menos sete juízes, sendo três vagas de ministros do STF, duas do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e duas a serem preenchidas por advogados indicados pelo chefe do Poder Executivo.

No caso das vagas destinadas a advocacia, quando ocorre vacância, o presidente da República recebe uma lista tríplice do Supremo. Vera é a segunda mulher negra a ocupar uma vaga no TSE. Moradora de Brasília desde 1978, ela tem sólida carreira no Direito e chegou a ser cotada para ocupar uma vaga no Supremo.

Além da carreira jurídica no Distrito Federal, a jurista também participou de atos de militância nos movimentos sociais do Distrito Federal, especialmente em defesa da causa negra e combate ao racismo. Ela recebeu apoio da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) para pleitear uma vaga nos tribunais superiores.

Leia também:

Saiba quem é Vera Lúcia Santana, que pode ser a primeira juíza negra do TSE

Associação de juristas defende Vera Lúcia Araújo para vaga deixada por Rosa Weber no STF

Possível nome, Vera Lúcia Santana representaria uma força negra no TSE

+ sobre o tema

Sobre cabelos, relacionamentos e outras coisas!

Após uma atividade na minha universidade em celebração ao...

Mãe preta pode ser? Mulheres negras e maternidade

Débora Silva Maria, do Movimento Mães de Maio, há...

Quem vestiu a Globeleza?

Enviado para o Portal Geledés Engana-se os que acham que...

para lembrar

Lula ataca falta de decisão de organismos internacionais

Genebra - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva...

Justiça autoriza que Lula seja libertado e deixe a PF em Curitiba

A Justiça autorizou a saída do ex-presidente Luiz Inácio...

Brasil adere à aliança internacional por direitos de pessoas LGBTQIA+

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva anunciou...
spot_imgspot_img

Segunda mulher negra na história do TSE toma posse como ministra da Corte

Primeiro foi a mineira Edilene Lôbo, advogada de Taoibeiras (MG) que em 8 de agosto de 2023 foi pioneira ao tomar posse como primeira...

Quer namorar comigo?

Todos os dias me deparo com situações que evidenciam a urgência de alçar a questão racial ao centro do debate dos principais problemas do...

Renúncia de Claudine Gay é sangue que agita águas contra mulheres negras

Claudine Gay, a reitora da Universidade Harvard, que anunciou sua renúncia na terça-feira após seu problemático depoimento no Congresso sobre o antissemitismo e as crescentes perguntas sobre citações ausentes em...
-+=