“Macaca congolesa”: Primeira ministra negra da Itália é alvo de insultos racistas

A nomeação de Cecile Kyenge como a primeira ministra negra da Itália – o que seria um símbolo da integração racial no país – levou um duro golpe quando o eurodeputado Mario Borghezio ridicularizou o que descrevia como o novo “governo bonga bonga”- uma referência ao “bunga bunga”, como ficaram conhecidas as orgias promovidas pelo ex-premier Berlusconi quando estava no poder. Em uma entrevista à Radio 24, Borghezio afirmou que Cecile tentaria “impor as tradições tribais” do Congo à Itália com seu projeto que dá cidadania imediata aos filhos de imigrantes que nasçam no país, que hoje têm de esperar até completar 18 anos para requerer a cidadania. A repulsa gerada pelas declarações fez com que o governo autorizasse, nesta quarta-feira, a abertura de uma investigação de páginas fascistas na internet, cujos membros chamaram Cecile de “macaca congolesa”.

‘Lá nunca mais volto’ – SEU JORGE sofre racismo na Itália

“Negra Nojenta”- Brasileira eleita Miss Itália é vítima de racismo

Liliam Thuram: Itália é racista

RACISMO NA ITÁLIA: Blacks Out: uma greve, da ficção para a realidade

Imigrantes enfrentam polícia em ato contra racismo na Itália

Mais de 10 mil protestam na Itália contra racismo

+ sobre o tema

para lembrar

Edital Caminhos, primeira ação do Fundo Alas, apoiará lideranças negras

O combate à desigualdade racial e o apoio à...

Grupo de skinheads espancam três jovens

O grupo skinheads de cinco jovens, entre eles quatro...
spot_imgspot_img

A Universidade de São Paulo e os seus tribunais raciais

Em março, a Universidade de São Paulo gerou controvérsia ao barrar um aluno por não considerá-lo pardo. Como de costume, logo apareceram os críticos...

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...
-+=