Mais de 120 mil mulheres são donas do próprio negócio no DF

Segundo levantamento do Sebrae, o DF é a segunda unidade onde há mais mulheres liderando empreendimentos

Por Mariana Machado, do Correio Braziliense 

No Brasil, 9,3 milhões de mulheres comandam empresas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

Em todo o Distrito Federal, 121,8 mil mulheres são donas do próprio negócio, o que corresponde a 36% do total de empreendedores na unidade federativa. Os dados são do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e mostram que o DF é a segunda unidade onde há mais mulheres liderando empreendimentos, empatando com São Paulo, Rio Grande do Norte e Piauí. O primeiro lugar é do Mato Grosso do Sul, onde 38% dos negócios são comandados pelo sexo feminino.

A média brasileira mostra que 34% dos proprietários são mulheres 66% são homens. Na capital federal, a maioria delas tem entre 35 e 55 anos (59%), sendo que 38% delas trabalham, por semana, 49 horas ou mais. Com o empresariado, 49% delas são chefes de domicílio, isto é, principal posição em casa, tendo a principal renda para sustento da residência.

Em todo o Brasil, 9,3 milhões de mulheres comandam empresas, mas mesmo assim, ainda ganham 22% a menos do que os homens, segundo o Sebrae. A situação se repete desde 2015, como mostra uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enquanto o rendimento mensal médio de um empresário fica em R$ 2,3 mil, o delas só chega a R$ 1,83 mil

Outra desvantagem é a dificuldade que elas encontram para obter financiamento. Mulheres conseguem um valor médio de R$ 13 mil a menos que os homens. Mesmo assim, pagam mais juros: 3,5% acima do que é pago por eles.

+ sobre o tema

Teoria que não se diz teoria

A separação entre teoria e prática é um histórico...

‘Perdemos cada vez mais meninas e jovens’, diz pesquisadora

Jackeline Romio participou da Nairóbi Summit e aponta os...

Sou mulher. Suburbana. Mas ainda tô na vantagem: sou branca

Ontem ouvi algo que me cativou a escrever sobre...

Por um feminismo de baderna, ira e alarde

Neste 8M, ocuparemos politicamente as ruas e as nossas...

para lembrar

35 dicas para homens compreenderem (ou apoiarem) o feminismo

(Ilustração: Pragmatismo Político) A lista a seguir apresenta sugestões de ferramentas...

Este filme passou no “teste do sexismo”

A classificação por gênero começa a ganhar terreno...

Aulas sobre “masculinidade” diminuem índices de violência contra a mulher

Para pesquisadores, meninos devem ser ensinados sobre os aspectos...

mini-manual pessoal para uso não-sexista da língua

em meus textos, para chamar atenção para o sexismo...
spot_imgspot_img

Tempo para início de tratamento de câncer de mama é 3 vezes maior que o previsto em legislação

O tempo médio para o início do tratamento de câncer de mama no SUS (Sistema Único de Saúde) é quase o triplo do período previsto pela Lei...

Ação da ApexBrasil faz crescer número de empresas lideradas por mulheres nas exportações

Para promover mudança é preciso ação, compromisso e exemplo. Disposta a transformar o cenário brasileiro de negócios, há um ano a ApexBrasil (Agência Brasileira...

‘Não tenho história triste, mas ser mulher negra me define muito’, diz executiva do setor de mineração, sobre os desafios para inclusão na indústria

Diretora de relações governamentais e responsabilidade social da Kinross Brasil Mineração, Ana Cunha afirma que a contratação de mulheres no setor, onde os homens...
-+=