Missa de 7º dia de Kathlen Romeu vai acontecer no Santuário do Cristo Redentor

Enviado por / FonteG1, por Diego Haidar

Celebração será comandada pelo Padre Omar, reitor do santuário. No domingo (13), artistas e amigos da jovem começaram a construir um memorial.

A missa de 7º dia de Kathlen Romeu, grávida de quatro meses que morreu atingida por um disparo de fuzil durante um tiroteio no Complexo do Lins, vai acontecer nesta segunda-feira (14), às 19h, no Santuário do Cristo Redentor.

A celebração será comandada por Padre Omar, reitor do santuário. Na sexta (11), ele esteve na Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca, onde a família de Kathlen prestava depoimento sobre a morte, e entregou um terço e fez uma prece.

A celebração seguirá as normas internacionais contra o coronavírus e as regras da Arquidiocese do Rio de Janeiro e da Vigilância Sanitária.

No domingo (13), artistas e amigos da jovem começaram a construir um memorial em homenagem a ela. O local fica ao lado da escola de samba Unidos do Cabuçu.

Vários grafites serão feitos no Complexo do Lins em homenagem a Kathlen — Foto: Ben-Hur / TV Globo

+ sobre o tema

Iza faz show em live para anunciar gravidez: ‘Parece que o mundo já mudou de cor’

A cantora Iza está grávida de seu primeiro filho....

Foi a mobilização intensa da sociedade que manteve Brazão na prisão

Poucos episódios escancararam tanto a política fluminense quanto a...

Selo Sesc lança Relicário: Dona Ivone Lara (ao vivo no Sesc 1999)

No quinto lançamento de Relicário, projeto que resgata áudios...

para lembrar

PM divulga nota sobre mulher espancada dentro de ônibus

Vídeo flagrou o momento em que um policial militar...

Segunda mãe: “Matando, esculachando, batendo, xingando, forjando”

Por Tatiana Merlino, do Rio de Janeiro, especial para...

O que o racismo tem a ver com a violência policial?

Por: Monique evelle Preciso reforçar o quanto 2014 começou f*da!...

Polícia brasileira matou mais em 5 anos do que a dos EUA em 30

NO BRASIL, SEIS PESSOAS SÃO MORTAS DIARIAMENTE POR POLICIAIS,...
spot_imgspot_img

Instituto Odara lança dossiê sobre a letalidade policial que atinge crianças negras na Bahia

O Odara - Instituto da Mulher Negra torna público o documento “Quem vai contar os corpos?”: Dossiê sobre as mortes de crianças negras como consequência...

PM que agrediu mulher no Metrô disse que ela tinha de apanhar como homem, afirma advogada

A operadora de telemarketing Tauane de Mello Queiroz, 26, que foi agredida por um policial militar com um tapa no rosto na estação da Luz do Metrô de São...

“Perda de aulas por tiroteios na Maré agrava desigualdade”

Desde 2014 à frente da editora Caixote, a jornalista e escritora carioca Isabel Malzoni mergulhou no universo das violências sofridas por crianças e adolescentes que moram no complexo...
-+=