Mulheres sofrem três vezes mais assédio sexual nas empresas do que os homens

Enviado por / FonteCNN, por Elis Barreto

Levantamento de empresa de gestão de recursos humanos mostra ainda que 97% das vítimas não denunciam os autores do crime

Um levantamento, produzido pela empresa de gestão de recursos humanos Mindsight, revelou que mulheres sofrem três vezes mais assédio sexual do que homens em ambiente de trabalho, mas 97% das vítimas sequer denunciam o abuso.

Foram ouvidas mais de 11 mil pessoas em todo o país, sendo 47,8% homens, 51,5% mulheres e 0,7% não se identificam com nenhum dos gêneros.

A pesquisa revela ainda que 34% dos entrevistados assumem já ter sofrido assédio moral. Em um recorte de gênero, 38% das mulheres já foram vítimas de abuso moral, mas apenas 6,6% registraram algum tipo de denúncia. Dos homens, 30% relataram ter sido vítimas desse tipo de crime, mas só 6,4% denunciaram.

De acordo com o levantamento, o principal motivo para as vítimas não denunciarem os abusos é o medo de sofrer alguma retaliação, ou até ser demitido. Para os pesquisadores, esse baixo número de denúncia pode ser atribuído ao fato de mais de 65% das empresas não possuírem um local seguro para o funcionário registrar esse tipo de reclamação.

O CEO da Mindsight, Thaylan Toth, explica que o setor de recursos humanos das empresas deve sempre ficar atento ao comportamento dos funcionários, e manter o ambiente aberto para discussões sobre assédio.

“A empresa deve analisar os indicativos quanto à saúde mental e bem-estar psicológico de todos os funcionários, para que todos se sintam seguros para denunciar esses tipos de abusos. Apesar de ainda carregar um certo estigma por parte de algumas empresas, é essencial discutir essas questões para garantir um ambiente de trabalho que seja acolhedor, empático e que realmente valorize seus funcionários.”, afirma.

O perfil dos autores dos abusos também foi traçado pela empresa. De acordo com as pessoas ouvidas, 76% foram assediadas sexualmente por homens, enquanto 24% por autoras mulheres. Já no assédio moral, 62% são homens e 38% mulheres.

+ sobre o tema

Os riscos para a população negra com o avanço da direita

Não se trata de defesa partidária. Mas de uma...

Justiça derruba posts que ligavam Marielle Franco a crimes

O Google Brasil terá que cumprir uma decisão judicial...

A agenda pela concretização dos direitos da mulher

Até 2002, o feminismo, sem muitas ilusões, apresentava às...

“A travesti é convidada a sair à cidade apenas como ‘bicho noturno’”

Conversamos e escutamos pessoas trans, travestis, familiares e militantes...

para lembrar

Nota à imprensa: aprovação da PEC das Trabalhadoras Domésticas

Ministra Eleonora Menicucci A aprovação em primeiro turno da Proposta...

Nota de preocupação e repúdio

Carta Aberta à Drª Gilda Carvalho Ministério Público Federal NOTA DE...

Tamires Sampaio a primeira diretora negra do Centro Acadêmico do Mackenzie

Tamires Sampaio, que entrou na universidade pelo Prouni, afirma...

Projeto celebra os 50 anos de carreira da cantora e dançarina Inaicyra Falcão

Inaicyra Falcão tem uma carreira gigantesca. Mulher negra, baiana,...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=