No mês da Consciência Negra, Espaço Itaú de Cinema Augusta apresenta a Mostra Cinema Negro (de 5 a 11/11)

Novembro está repleto de feriados e datas comemorativas. Na mais importante entre elas, há o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. Entretanto, desde o dia 1º costuma se ter por todo o país eventos culturais e atividades que buscam debater a posição do negro em uma sociedade ainda acometida por preconceitos e injustiças.

Por Alex Gonçalves Do Cine Resenhas

Foto: Reprodução/Cine Resenhas

O cinema é uma bela arte para reflexão sobre o tema e o Espaço Itaú de Cinema cederá a partir desta segunda-feira, 5, uma de suas sessões diárias da Augusta para abrigar a Mostra Cinema Negro. Até domingo, 11, os espectadores terão acesso a um recorte de obras de destaque do último ano protagonizados e dirigidos por negros.

Com o valor promocional de R$ 20 (R$ 10 a meia), a Mostra Cinema Negro começa com um filme nacional. Trata-se de “Temporada”, do estreante em ficção em longa-metragem André Novais Oliveira e exibido no Festival de Brasília e Locarno. Outros dois nacionais o acompanharão na terça e quarta-feira, respectivamente “Correndo Atrás”, de Jefferson De, e “Café com Canela“, trabalho de Ary Rosa e Glenda Nicácio que já estreou no circuito comercial.

A partir de quinta-feira, o destaque passa a ser a produção americano. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original, o terror “Corra!“, de Jordan Peele, será reprisado. Muito aguardados, fecham a programação “Infiltrado na Klan”, “O Ódio que Semeia” e “As Viúvas”, ainda são inéditos no circuito comercial e possíveis destaques nesta temporada de premiações que se inicia.

Confira a programação na íntegra e o serviço logo a seguir.

Foto: Reprodução/Cine Resenhas

SERVIÇO:

Mostra Cinema Negro
Quando: de 5 a 11 de novembro
Onde: Espaço Itaú de Cinema – Augusta | Rua Augusta, nº 1470/1475 – Consolação, São Paulo
Grade de programação aqui
Entrada: R$ 20 (inteira) | R$ 10 (meia)

+ sobre o tema

Modelo de 4 anos vira sensação na web com cabelo black power e looks estilosos

Farouk James é londrino participa de desfiles, posa para...

Militância negra repudia obras de rafucko

Exposição de anti-souvenirs do artista e humorista Rafael Puetter,...

Jaguariúna – Ecos da consciência negra

Se há um ato público, advindo dos gabinetes governamentais,...

Especialista diz que Copa no Brasil é mais bem organizada que Jogos de Londres

David Ranc, um especialista francês em esportes e relações...

para lembrar

Cultura e identidade negras são celebradas em mostra de cinema gratuita

Cine Humberto Mauro exibe filmes relacionados ao movimento norte-americano...

Morre Mary Wilson, cofundadora do The Supremes, aos 76 anos

Mary Wilson, aclamada cantora e co-fundadora da banda The...

Documentário “Eu Não Sou Seu Negro” estréia no Brasil

2017 foi agraciado com grandes produções negras nos cinemas,...

O Poder das Grandes Mães – Gelede

Entre os iorubás, o poder feminino é sintetizado por...
spot_imgspot_img

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...
-+=