Número de sul-africanos formados nas universidades mais que quadruplica entre 1991 e 2008

 

O número de sul-africanos de raça negra formado nas universidades públicas da África do Sul aumentou 334 por cento entre 1991 e 2008, revela um estudo efetuado pelo Instituto Sul-Africano das Relações Raciais (SAIRR).

Segundo o estudo, 8.514 estudantes negros formaram-se nas universidades da África do Sul em 1991 (quando o “apartheid” começou a ser desmantelado), tendo esse número subido para 36.970 em 2008.

Por outro lado, o número de brancos formados nas universidades sul-africanas cresceu apenas 4 por cento no mesmo período, passando de 27.619 em 1991 para 31.527 em 2008, revela o estudo do Instituto Sul-Africano de Relações Raciais.

A análise dos resultados das universidades públicas revela ainda que entre alunos mestiços o aumento de formações universitárias cifrou-se em 125 por cento, tendo passado de 2.347 em 1991 para 5.286 em 2008, enquanto o número de indianos que terminaram com sucesso cursos superiores passou de 2.333 em 1991 para 6.857 em 2008, um salto de 194 por cento.

Relativamente às fontes das formações universitárias, o SAIRR apurou que a Universidade da África do Sul (UNISA, a maior do mundo em cursos por correspondência) foi a que mais bacharelatos conferiu a todos os grupos étnicos em 2008, precisamente 12,8 por cento de todos os conferidos pelas 23 universidades e institutos superiores do país.

No mesmo ano a UNISA conferiu igualmente, segundo o estudo, 13,6 por cento de todos os mestrados e doutoramentos do país, sendo neste capítulo a Universidade de Pretória a que melhores resultados obteve, com 15,8 por cento de todos os mestrados e doutoramentos.

Uma das mais importantes conclusões deste estudo, para além das alterações demográficas e étnicas da população universitária do país desde o fim do “apartheid”, é que foram as instituições anteriormente reservadas aos brancos as que mais licenciados formou.

“Outras universidades, especialmente aquelas que foram criadas para os historicamente desfavorecidos (já existentes antes de 1991 e criadas a pensar nos grupos raciais não-brancos) necessitam de apoio especial para se tornarem centros de excelência por direito próprio e não à custa de universidades de sucesso”, referiu um dos autores do estudo, o investigador Marius Roodt.

Roodt esclareceu que entre as instituições criadas pelo regime do “apartheid” os padrões de ensino não são necessariamente maus, dando como exemplo de excelência a Universidade de Fort Hare, que foi em tempos um núcleo de resistência anti-“apartheid” e onde se formaram alguns dos atuais líderes e governantes da África do Sul.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do Novo Acordo Ortográfico ***

Fonte: Correio do Minho

+ sobre o tema

Rihanna e Chris Brown trocam beijos em boate de Nova Iorque

Rihanna e Chris Brown podem estar prestes a reatar...

OCUPAÇÃO de QUILOMBOLAS EM BREJO DOS CRIOULOS, no Norte de Minas

Fonte: Comunidade Quilombola Brejo dos Crioulos Cerca de 150...

para lembrar

Naomi Campbell posa ao lado da Taça Fifa da Copa do Mundo 2010

Em campanha para a marca francesa Louis Vuitton, a...

Documentário com história de Clementina de Jesus pode ser visto na internet

O média-metragem é dirigido por Wertinon Kermes, com roteiro...

Aglomerado traz a cultura das periferias brasileiras para a televisão

Debaixo do viaduto de Madureira, no coração do subúrbio...

Óscares: Quem decide quem ganha?

São os membros, através de voto secreto, que decidem...
spot_imgspot_img

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...

Mel Duarte celebra cinco anos do álbum “Mormaço – entre outras formas de calor” com apresentações gratuitas em São Paulo

A cantora, escritora, poeta, compositora e produtora cultural Mel Duarte, conhecida por sua brilhante performance de "spoken word", celebra o quinto aniversário do seu...

‘Bad Boys 5’ já está sendo discutido, afirma produtor

‘Bad Boys: Até o Fim‘ estreou há apenas uma semana, mas um 5ª filme para a franquia estrelada por Will Smith e Martin Lawrence já está sendo discutido. A...
-+=