Início África e sua diáspora Entretenimento Online, 3a Edição da Festa Literária da Penha homenageia as escritoras Ruth...

Online, 3a Edição da Festa Literária da Penha homenageia as escritoras Ruth Guimarães e Gabriela Mistral

0
273
(Foto: Divulgação/ FLIPENHA)

A Festa Literária da Penha – FLIPENHA – chega a sua 3ª edição com programação totalmente gratuita e online de 13 a 17 de outubro. As homenageadas deste ano são: Ruth Guimarães, cuja obra celebramos no seu centenário de nascimento; e a escritora chilena Gabriela Mistral, primeira mulher a receber o prêmio Nobel de Literatura.

Organizada por coletivos culturais e educadores do bairro da Penha, a FLIPENHA tem como objetivos movimentar uma discussão sobre literatura através da produção cultural. Além disso, o evento promove a formação de leitores, o encontro de moradores de diferentes gerações e grupos sociais, e o intercâmbio entre profissionais de diversas linguagens como bibliotecários, agentes culturais, ilustradores, editores, pesquisadores, poetas, entre outros.

Fazem parte da 3ª FLIPENHA bate-papos com escritoras e escritores, pesquisadoras e pesquisadores, recitais, oficinas, rodas de conversa, saraus, shows e contações de história.

Neste ano, o público é convidado a mergulhar na vida e obra das escritoras homenageadas. Ruth, brasileira de Cachoeira Paulista, interior de São Paulo, escritora negra e pesquisadora da cultura popular, com obras que tiveram projeção a nível nacional por meio de sua extensa produção literária e de pesquisa. Gabriela, pseudônimo de Lucila de María Alcayaga, chilena de Vicuña, primeira escritora latino-americana a ser agraciada com o Prêmio Nobel de Literatura.

Em virtude da situação de estado de emergência provocado pela Covid-19, que impossibilita os encontros presenciais, todas as atividades serão realizadas em plataformas virtuais. O desafio de promover uma festa literária sem o encontro presencial não impediu as instituições culturais públicas e os coletivos do bairro da Penha que realizam a festa de reafirmarem o desejo de realizar este evento.

A FLIPENHA é realizada pelas bibliotecas Dr. Dirceu de Paula Brasil e José Paulo Paes, pelo Centro Cultural da Penha, CEU Tiquatira, Coletivo Papo de Comadre e Movimento Cultural Penha.Toda a programação será veiculada no canal do YouTube – FLI PENHA. Além disso, a FliPenha conta com perfis no Facebook – facebook.com/flipenha – e Instagram – @flipenha2020 – nos quais a programação será disponibilizada diariamente.

Confira a programação completa na versão interativa https://adobe.ly/2GMHREM ou através da plataforma Issuu pela página https://issuu.com/flipenha.

Programação

13/10 – Terça-feira

Estreia às 9:00 – Vídeo especial: Acesse, baixe e leia! Uma versão online da atividade “Pegue, leve e leia!” Que ocorreu nas duas últimas edições da Flipenha. Com divulgação de links de livros selecionados para todos os públicos infantil e adulto e que estão em domínio público ou licença creative commons de uso e compartilhamento livre.

Luciana Castilho: Bibliotecária com mestrado em Ciência da Informação pela ECA-USP. Ministra oficinas de fotografia analógica para crianças e adolescentes.

10:00 Recital de Parlendas (3’)

Alicia Cristina (10 anos): Uma menina muito inteligente, com a ajuda da sua mãe (Catiani) e da sua irmã (Marcella) se aventurou em gravar vídeos durante a quarentena para os alunos da sua mãe, bem como resolveu participar da terceira edição da Flipenha.

10:30 Recital de Poesia autoral (3’)

Yasmin dos Santos (14 anos): A convite da professora Luzimara Santos Azevedo (Slam da EMEF Professor Antônio Carlos Rocha), a poeta mirim pensa na festa literária como uma forma de refletir sobre presente. Ela nos traz o poema “Existência” em uma declamação de Poesia autoral

14:00 Recital da poesia Menina Borboleta de Patrícia Meira (15’)

Lucilene dos Santos Neves Viana: Educadora Física, estudante de pedagogia, contadora de história e oficineira. A atividade é um recital para crianças.

15:00 Recital do Coletivo Crisântemo (5’)

Gabrielle Ximenes: estudante, poeta e atriz, autora premiada no III Concurso de ‘Poesia Pode pá que é nóis que tá’

LIVE

16:00 Bate-papo: Escritas Periféricas com Emerson Alcalde e Daniel Carvalho. Mediação: Sophia Castellano

Emerson Alcalde: Poeta, escritor e co-fundador do Slam da Guilhermina. Autor dos livros: (A)MASSA (2011), O Vendedor de Travesseiros (2015) e Diário Bolivariano (2019).

Daniel Carvalho de Almeida: Músico, educador, poeta e fotógrafo. Autor do livro Manual para ler as estrelas. Foi ganhador das grandes finais dos campeonatos de spoken poetry Slam da Guilhermina em 2016 e Slam da Roça em 2017.

LIVE

21:00 Show: As Despejadas

As Despejadas: Conduzem na arte, tendo como referência a luta de mulheres como Carolina de Jesus. Cantar, tocar é uma maneira de construir diálogos sobre justiça e respeito às diferenças. É fazer do palco morada, seja esse palco, o teatro ou a rua, cenário das nossas histórias.

14/10 – Quarta-feira

LIVE
11:00 Bate-papo: Ilustradores da FLIPENHA com Natália Scromov e Amilton Santos

Mediação: Mauricio Dias

Natália Scromov: Arquiteta e artista plástica, ministra oficinas e trabalha desenvolvendo ilustrações, peças em cerâmica, móbiles e diversos projetos artísticos.

Amilton Santos: Formado em Artes visuais e trabalha com ilustração freelancer para histórias em quadrinhos nos EUA e Brasil, além de publicidade e designer gráfico.

14:00 Contação de História: conto popular brasileiro “Coco Verde e Melancia”, (20’)

Carlos Otelac: Bibliotecário, poeta e contador de histórias, organiza saraus litero-musicais e contações de história na Biblioteca Camilo Pedro dos Reis – CEU São Mateus, através dos projetos Sarau do Seu Camilo e Ciranda de Leitura.

15:00 Recital do Coletivo Crisântemo (5’)

Thainara Vital: estudante, poeta e autora premiada no IV Concurso de ‘Poesia Pode pá que é nóis que tá’

LIVE
16:00 Bate-papo: Cultura popular e os bonecos de susto com Uriel Lira e Jefferson Cristino integrantes do Cordão Folclórico de Itaquera.

Mediador: Júlio Cesar Marcelino

Uriel Lira: Graduada em Biblioteconomia e Documentação Técnica em Museologia, uma das idealizadoras do Grupo Da Mata, e atua como gestora no Cordão Folclórico de Itaquera e participa dos grupos Cordão Sucatas Ambulantes e Guerreiros de fé.

Jefferson Cristino: Arte educador, artista plástico, brincante e pesquisador da cultura popular brasileira, é fundador do Cordão Sucatas Ambulantes, grupo de samba de bumbo e construção de bonecos do Cordão Folclórico de Itaquera.

LIVE

20:00 Bate-papo: Ruth Guimarães e a cultura caipira, com Júnia Botelho Guimarães e Daniel D’Andrea.

Mediadora: Ruth Queiroz

Daniel D’Andrea: Arte educador social, formador de docentes, contador e folclorista. Estuda os narradores tradicionais, seu estilo e repertórios, coordena oficinas de contar histórias.

Júnia Botelho Guimarães: Formada pela USP em Letras (francês, português e italiano). Especializada em tradução e mestrado na Sorbonne/Paris com ênfase no estudo da semiótica, linguística e semântica. Secretária de Cultura por dois anos em Cachoeira Paulista. Atualmente diretora executiva do Instituto Ruth Guimarães.

15/10 – Quinta-Feira

10:00 Contação de história: Pehuén, com Sandra Guzman

10:30 Contação de história: A mulher mais sábia que o rei, com Sandra Guzman

Sandra Guzman: Especialista pela Casa Tombada em A Arte de Contar Histórias, Contadora de histórias, brincante e mediadora de Leitura. Em 2020 foi referência em narração de Contos Populares no Livro Didático Ensino Fundamental Anos Finais pela Eleva Educação. Desenvolve o canal no YouTube: Sandra Guzman – Narração de Histórias.

11:00 Oficina: Faça o seu primeiro livrinho! Demonstração de produção de um livrinho com dobradura simples e colagem, indicado para crianças acima de 6 anos.

Luciana Castilho: Bibliotecária com mestrado em Ciência da Informação pela ECA-USP. Ministra oficinas de fotografia analógica e assuntos correlatos para crianças e adolescentes.

15:00 Recital do Coletivo Crisântemo (5’)

Nickolas Manoel: estudante, ator e poeta

LIVE

16:00 Bate-papo: Musicalização de obras literárias com Renato Gama e Alldry Eloise

Mediação: Júlio Cesar Marcelino

Renato Gama: compositor, cantor, produtor artístico-cultural, musicoterapeuta e integrante do Coletivo Sá Menina. Último trabalho lançado “Renato Gama Berlin”.

Alldry Eloise: cantora, compositora e interprete de diversos trabalhos de mulheres negras sambistas e estilos musicais como samba-rock, jazz e soul.

LIVE

19:00 Roda de Leitura: “O Peso do Pássaro Morto” com Aline Bei. Mediação: Coletivo Papo de Comadre.

Aline Bei: Nasceu em São Paulo, em 1987. É formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena. Seu primeiro livro, O peso do pássaro morto, foi finalista do prêmio Rio de Literatura e vencedor do prêmio São Paulo de Literatura e do prêmio Toca.

LIVE

21:00 Show: Edvaldo Santana

Edvaldo Santana: Nascido em São Miguel Paulista, o cantor e compositor Edvaldo Santana apresenta canções e histórias dos seus 40 anos de carreira, com sua sonoridade samba, blues e jazz e apresenta músicas de composições próprias e suas parcerias com artistas como Arnaldo Antunes, Tom Zé, Paulo Leminski.

16/10 – Sexta-Feira

10:00 Contação de história: A Pombinha e a Moura Torta, com Sandra Guzman

10:30 Contação de história: Os dois papudos, com Sandra Guzman

Sandra Guzman: Especialista pela Casa Tombada em A Arte de Contar Histórias, Contadora de histórias, brincante e mediadora de Leitura. Em 2020 foi referência em narração de Contos Populares no Livro Didático Ensino Fundamental Anos Finais pela Eleva Educação. Desenvolve o canal no YouTube: Sandra Guzman – Narração de Histórias.

11:00 Apresentação do vídeo: Histórias cruzadas entre Gabriela e Naiara.

Naiara Baum: Formada em Psicologia pela Universidade Paulista. Moradora da Av. Gabriela Mistral, no bairro da Penha (SP).

14:00 Apresentação do vídeo: Gabriela Mistral por meio de seus poemas e sua vida.

Adriana Rodrigues: Arte-educadora, professora, formadora e contadora de histórias. Formada em Letras e estudante de Pós-Graduação em Humanidades pelo IFSP. Paulistana, com sangue nordestino.

15:00 Recital do Coletivo Crisântemo (5’)

Hernando Barrionuevo: professor, poeta e organizador por alguns anos do Sarau Comungar, em São Mateus / Zona Leste.

LIVE

18:00 Slam Perplexo apresenta Palco de Poetas

Slam Perplexo: Iniciando as atividades por meio da organização de disputa poética para textos de até 15 segundos de duração, iniciada como parte da programação da 1ªFliPenha (Festa Literária da Penha), o Slam Perplexo

Rafael Antunes Marcelino: Autor do livro “Imperativos Virasseres” e prepara do segundo título: “Pequenos Poemas Para Altos Volumes”. Integra a equipe de coordenação do “Slam Perplexo”. Vencedor do Primeiro “Curtocircuito SP de Slams Pequenos”,

Edgard Antunes De Souza Gomes: Poeta, escritor, slammer educador e também apresentador do Slam Perplexo desde sua fundação. É responsável pela produção audiovisual da série Palco de Poeta, que tem como proposta divulgar a poesia marginal e arte visual produzida nas periferias de SP.

Atividade com tradutor – intérprete de libras

LIVE

20:00 Bate-papo: “A escritora chilena Gabriela Mistral” com Víctor Barrionuevo, Thaís Matarazzo e Sandra Trabucco.

Mediação: Ana Meira

Víctor Barrionuevo: Professor de espanhol, escritor, editor e livreiro. Autor de leituras para jovens e adultos. Pesquisador de história e literatura hispano-americana. Palestrante e professor em cursos da área no Memorial da América Latina, Instituto Cervantes de São Paulo e diversas escolas públicas e particulares.

Thais Matarazzo: Paulistana, atua como jornalista, escritora, pesquisadora cultural e palestrante. É autora de 32 livros publicados no Brasil e em Portugal, entre títulos de crônicas, contos, memórias e sobre história do rádio e da música popular brasileira. Proprietária da Editora Matarazzo e editora da revista digital Escritores Brasileiros Contemporâneos, voltada para literatura e as artes.

Sandra Trabucco: Pós-Doutora em Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP), tem Doutorado e Mestrado em Letras pela USP, especialista em História da Arte e Cinema, Bacharel e Licenciada em Letras pela USP. Escritora e pesquisadora premiada, é autora de livros e artigos científicos, tradutora pública de língua espanhola, com obras publicadas no Brasil e no exterior. É produtora e apresentadora do programa Mega Séries, pela Rádio Mega Brasil Online.

17/10 – Sábado

11:00 Apresentação do vídeo: “Uma leitura simbólica da leitura”, o vídeo parte de objetos retirados de um livro vazado para falar sobre a importância e o alcance possível da leitura.

Radamés Rodrigues – Arte-educador, músico, compositor e multi-instrumentista, atuou em projetos sociais e vem se dedicando a luthieria de flautas zen e a relação desses instrumentos com os sons da natureza.

13:00 Recital Coletivo Crisântemo (5’)

Denis de Oliveira: Poeta, Oficineiro, Capoeirista e Articulador Cultural. Há 6 anos organiza saraus na Zona Leste de SP.

14:00 Contação de História: Uma lenda mapuche do Chile antigo.

Marenildes Fontes de Souza: Bibliotecária há 10 anos atuante na organização de trabalhos referente a biblioteconomia em geral, saraus e mediação da leitura para um público diversificado.

15:00 Recital Coletivo Crisântemo (5’)

Hernando Barrionuevo: professor, poeta e organizador por alguns anos do Sarau Comungar, em São Mateus / Zona Leste

LIVE

16:00 Bate-papo: Literatura contra desumanização com Lucas Lins e Ave Terrena. Mediação: Sophia Castellano

Ave Terrena: Dramaturga, poeta, atriz, diretora teatral e professora da Escola Livre de Teatro de Santo André. Publicou os livros “Segunda Queda, de poesias, e “O Corpo que o Rio levou”. Tem quatro textos encenados, dois pelo grupo LABTD, do qual faz parte, e por outros coletivos teatrais.

Lucas Lins: Reside na Cidade Tiradentes, autor de duas publicações independentes, “Remando Contra a Maré” (2016) e “Declínio & Esplendor da Bicicleta” (2018). Foi Residente Literário da FLIM 2019, onde realizou a abertura da mesa do autor moçambicano Mia Couto. Em 2020 produziu a série de 70 poemas, Poesia Pra Matar o Corona.

LIVE
21:00 Sarau de encerramento: Coletivo São Paulo de Literatura.

Coletivo São Paulo de Literatura: O Coletivo, desde 2016, participa de diversos eventos literários e artísticos em São Paulo e em outras cidades brasileiras. Realizam também trabalhos sociais e culturais, saraus, palestras, bate-papos, performances artísticas, contações de histórias, varais poéticos e apresentações em ruas e praças. É formado por Ana Jalloul, Cris Arantes, Glafira Menezes Corti, Gilberto Cantero, Irene Oliveira, Ricardo Cardoso e Thais Matarazzo, escritores e poetas independentes e ativistas culturais.

FICHA TÉCNICA

Ana Lucia Lopes Meira – Articulação

Júlio Cesar J. Marcelino – Produção e Stream

Mauricio Dias Duarte – Produção e Stream

Ruth Queiroz – Produção e Mídias Sociais

Sophia Castellano – Produção e Mídias Sociais

Thais Batista Siqueira – Articulação

Valderina Silveira – Articulaçã

SEM COMENTÁRIOS

PortugueseEnglishSpanishGermanFrench