Resultados da pesquisa por ' discriminação racial '

    Getty Images

    Pelé foi emblemático para o resgate da autoestima do negro no Brasil, diz autora

    Fonte: Folha Online - O futebol é visto como uma das manifestações populares mais democráticas do mundo. O elenco de protagonistas, que faz a alegria da torcida com a bola nos pés, é formado por gente de todo o tipo. Para gostar do esporte, também não é necessário pertencer a qualquer etnia ou condição social específica. Hoje em dia, o único fator que exclui certas camadas da população é o preço dos ingressos para ver o espetáculo ao vivo, efeito colateral maléfico da chamada modernização, que busca elitizar o esporte. Alberto Ferreira/Reprodução Pelé comemora um de seus gols durante partida disputada contra a seleção da Itália na Copa do Mundo de 1970, realizada no México No entanto, nem sempre a situação foi assim. Quando retornou ao Brasil da Inglaterra em 1894, Charles Miller, paulistano descendente de ingleses e escoceses, trouxe consigo uma bola e um conjunto de regras. O futebol, ...

    Leia mais
    stf2

    Militantes do movimento negro pedem direito de participar de julgamento de cotas raciais no STF

    Fonte: UOL -   Estudantes e entidades sociais favoráveis às cotas raciais protocolaram nesta sexta (20), no STF (Supremo Tribunal Federal), um pedido para participar como parte interessada no processo movido pelo partido Democratas (DEM) contra o sistema de cotas raciais adotados pela Universidade de Brasília desde 2004.Protocolada pelo MNU (Movimento Negro Unificado), a iniciativa reúne entidades como o AfroAtitude, Enegrecer, Fórum de Mulheres Negras, Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial do Distrito Federal (Cojira) e o Diretório Central dos Estudantes da UnB (Universidade de Brasília).Para a coordenadora estadual do MNU, Jacira da Silva, as cotas ampliaram as perspectivas dos estudantes negros, levando maior pluralidade à universidade sem prejudicar o nível de ensino. Ainda assim, ela afirma que há uma grande resistência ao sistema, inclusive dentro da própria universidade, e que os alunos cotistas se sentem intimidados."A sociedade tinha que ser solidária em vez de querer extinguir . Precisamos ...

    Leia mais
    abicalil

    Abicalil comemora a titularização de 468 famílias quilombolas em MT

    Fonte: Jornal do Nortão -   O deputado federal e vice-líder do Governo no Congresso, Carlos Abicalil (PT), comemorou o Dia Nacional da Consciência Negra (comemorada no dia 20 de novembro), na tribuna do Plenário desta quinta-feira (18/11).   Segundo o parlamentar, em discurso transmitido ao vivo pela TV Câmara, CZo dia será comemorado com a presença do presidente Lula em Salvador (BA), onde será lançado, entre outras atividades, o decreto de reconhecimento de diversas comunidades quilombolas no País   "Entre essas comunidades, duas estão no Estado de Mato Grosso, no Município de Nossa Senhora do Livramento, a comunidade Mata Cavalo, e no Município de Chapada dos Guimarães, a comunidade de Lagoinha, totalizando 468 famílias quilombolas beneficiadas pelo reconhecimento do seu direito a terra e à produção tradicional. Portanto, é um marco importante. Essas famílias lutam quase secularmente pelo resgate do seu direito de ocupação legal dessa área", disse.   ...

    Leia mais
    seminrio_do_novembro_negro_16.11.09_JR

    Lauro de Freitas é referência em políticas públicas para negros

    Fonte: UPB Informe - Com 82% de sua população formada por afro-descendentes, Lauro de Freitas abriu a semana da Consciência Negra com debates, feira de saúde e sessão especial na Câmara de Vereadores. "Temos uma divida histórica com os negros e estamos lutando para banir a discriminação de nossa realidade", afirmou a prefeita Moema Gramacho na abertura do Seminário Palmares contra Discriminação, ao anunciar a construção da Casa do Povo de Santo no município. O Seminário foi promovido pela Superintendência da Promoção da Igualdade Rac ial da Prefeitura de Lauro de Freitas, no Centro da Cultura Afro Brasileiro Mãe Mirinha de Portão. Referência na execução de políticas públicas para negros e afrodescendentes, o município foi o primeiro do país a aplicar a Lei 10.639, incluindo no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira para alunos e professores, e um dos primeiros a criar ...

    Leia mais
    dojival

    Zumbi não tem nada a ver com isso

    Fonte: Afropress - por: Dojival Vieira O Brasil não é um país fácil de entender, nem sua interpretação obra para amadores. Há mais coisa entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia, diria Sheakespeare. Não se deve atribuir apenas aos talentos para o negócio de eventos do afro-reitor José Vicente, da Unipalmares, o milagre da multiplicação de juntar em um espaço chique de S. Paulo - a sala S. Paulo - , negros ricos e famosos, lado a lado com a elite econômica e política do país para celebrar Zumbi dos Palmares. Não se negue que Vicente, na linguagem antenada empresarial, é "focado" no que faz: atrair dinheiro de poderosos para negócios - em que negros seriam os supostos beneficiários, seja por meio de bolsas de estudos, seja por intermédio de empregos e estágios nos bancos. Dos Governos, pede-se parcerias, que na prática significam para ...

    Leia mais
    jose_vicente

    Consciência: o novo trem da história

    JOSÉ VICENTE A LUTA dos negros na denúncia e no combate à discriminação e ao preconceito racial e a colaboração destacada de organismos civis e governamentais na produção de informação, sensibilização e ações inovadoras têm conformado uma nova visão de mundo e operado profunda e consistente transformação de crenças e valores na nossa sociedade. Zumbi dos Palmares, líder da resistência negra por 300 anos, tido como renegado, hoje faz parte do panteão dos heróis nacionais, e o aniversário de sua morte -20 de novembro- é comemorado com feriado em centenas de municípios brasileiros e no Estado do Rio de Janeiro. A denominação preta, parda ou negra, antes objeto de constrangimento e, em alguns casos, tida como agressão, hoje é fonte de autoestima e pertencimento, de forma tal que a maioria dos brasileiros estampa orgulhosamente essa sua condição. Mesmo a telenovela, outrora palco permanente do escamoteamento da miscigenação e fonte da ...

    Leia mais
    manifestantes

    Manifestantes fazem aula pública no saguão de secretaria de SP

    Fonte: Estadão.Com-   Integrantes de movimentos pela igualdade racial chegaram a forçar a entrada na Secretaria de Justiça do Estado SÃO PAULO - Com o propósito de conscientizar sobre a discriminação racial, integrantes de entidades em defesa da igualdade racial protestaram na manhã desta quinta-feira, 19, na sede da Secretaria de Justiça do Estado, no centro de São Paulo. O incidente acontece na véspera do Dia da Consciência Negra.   Participaram da manifestação cerca de 100 integrantes da União dos Núcleos de Educação Popular para Negros e Classe Trabalhadora (Uneafro). O grupo chegou ao local por volta das 10 horas, no Pátio do Colégio, e tomou o saguão principal do edifício, onde foi realizada uma aula pública, segundo a entidade. A segurança do prédio tentou retirar o grupo, provocando um pequeno tumulto no local.   Segundo a Uneafro, uma sala de aula foi improvisada no local, atraindo a atenção de outras pessoas ...

    Leia mais

    Disney encontra o momento certo para lançar sua primeira princesa negra

    Fonte: Último Segundo- LOS ANGELES – Tiana é o nome da primeira princesa negra dos estúdios Disney, que recriou um clássico infantil dos contos de fada marcado pelo jazz e demais sons de Nova Orleans, coração cultural da comunidade afroamericana, que, com Barack Obama como presidente, começa a ver a queda de alguns tabus.   "The Princess and the frog", que no Brasil terá o título de "A Princesa e o Sapo", não é a primeira heroína diferente dos desenhos da Disney, mas primeira que de origem não-caucasiana que tem um "principado" de fantasia ambientado nos Estados Unidos. Antes, a índia Pocahontas (1995) conquistada pelo colono inglês John Smith e Jasmine (de "Aladin", 1992) chegaram aos cinemas em longas do estúdio, mas a primeira foi criada em terras canadenses da tribo powhatan e a segunda é parte dos contos árabes incluídos nas "Mil e Uma Noites". A produção deste musical ...

    Leia mais

    Artistas de Brasília cobram políticas públicas e reclamam do preconceito que enfrentam

    Para o rapper GOG, em Brasília também deveria ser feriando no dia da consciência negra, "O Dia da Consciência Negra deveria ser feriado aqui como é em tantas cidades do Brasil" Fonte correriarap Rapper Gog/Foto: Tatiana Reis Reconhecimento e respeito. São duas palavras cravadas na bandeira empunhada pelos artistas negros. Não importa onde eles nasceram. De onde vieram. O fato é que com cabelos trançados, soltos ou revoltos, sorriso rasgado e gingado inconfundível eles se encontraram no Distrito Federal. E aqui lutam para manter vivas suas tradições e estilos. Eles usam armas de grande alcance que atingem direto corações e mentes das pessoas: música cantada com batuque e rimas; cores que ensinam nos muros e telas; letras que viram versos e orações. "Cultura negra é cultura brasileira", brada orgulhoso Carlos Pacheco, pesquisador da música afro-brasileira. Nos últimos dias, palestras e eventos culturais vêm ganhando força no Distrito Federal e no país ...

    Leia mais
    consciencia-negra

    MARÍLIA: UI realiza Semana da Consciência Negra

    Fonte : Lucas Tavares   A história e as dificuldades dos negros assim que desembarcaram em terras brasileiras  é  tema  de  semana  de  atividades  especiais na Unidade de Internação  de  Marília.  Do  dia  16  ao  dia 20 deste mês, a unidade da Fundação  CASA comemorará a semana da Consciência Negra com apresentações que remetem à cultura afro-brasileira e a discussões sobre discriminações sob o ponto de vista jurídico.   Ao  longo  dos quatro dias, os adolescentes, funcionários e educadores da unidade  levantarão a mesma bandeira: a preservação da cultura africana e o  esforço  para que a trajetória de luta e discriminação dos escravos no Brasil  não seja esquecida. "A ideia é trabalhar a cultura de igualdade e paz com os adolescentes", afirma a diretora da unidade, Edneia Reganhan. O evento faz parte das atividades ligadas ao Comitê Institucional Quesito Cor,  criado  em  2006,  para  discutir  questões relativas à diversidade étnico-racial  ...

    Leia mais
    zoom-dia-nacional-da-consciencia-negra-415

    SÃO PAULO: Eventos em todo o Estado comemoram Dia da Consciência Negra

    Fonte:Portal do Governo de São Paulo -   Uma série de eventos será realizada em todo o Estado para comemorar o Dia da Consciência Negra (20 de novembro). A programação inclui palestras, espetáculos musicais, exposições e missa, entre outras atividades. Confira a programação e divirta-se!Show na Praça da Sé Na sexta-feira, 20, será realizado um grande show na Praça da Sé, com as presenças de Luiz Melodia e Elza Soares. A festa começará no interior da Catedral da Sé, com uma apresentação da Família Alcântara, às 10 horas, seguida de Missa Afro com a participação do Coral da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e também de Congadas e Moçambiques do Estado de São Paulo.  Após a missa, as festividades tomarão conta do palco montado na Praça, com os mestres de cerimônia - MC Max BO e os atores Eduardo Silva e Mafalda Pequenino - chamando o bloco afro Ilê Aiyê ...

    Leia mais
    onu

    ONU vê ‘marginalização’ contra negros e índios no Brasil

    Fonte: G1 - Alta comissária criticou a violência nas cidades brasileiras.Após visitar Bahia e Rio de Janeiro, Pillay faz balanço de sua viagem. A alta comissária da Organização das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, disse nesta sexta-feira (13) ter encontrado “marginalização” de índios e negros no Brasil. A secretária criticou ainda a violência nas cidades brasileiras e ligou este fato à discriminação. A secretária visitou a Bahia e o Rio de Janeiro nesta semana e faz um balanço de sua viagem em Brasília. Para a alta comissária, a “marginalização” fica visível ao olhar os altos cargos no Executivo brasileiro. Ela destacou não ter encontrado indígenas entre os comandantes do país e ter visto poucos negros, como o ministro da igualdade racial, Edson Santos. Ela destacou o fato de mesmo na Bahia, onde a população de negros é de três quartos do total, a presença deles em altos ...

    Leia mais
    religiao

    Uberlândia: Desabafo de um Cristão Negro

    por: Alex Vinícius Dias         Assim sendo, é com imensa decepção e tristeza que recebo a informação de que a Igreja Católica é contra a implementação do Projeto de Lei que cria o feriado do dia 20 de novembro - Dia da Consciência Negra, que gera efeito e conseqüência positivas a mais de 50% (cinqüenta por cento) da população de nossa cidade no que tange a qualidade de vida do cidadão e a dignidade da pessoa humana quanto a sua raça e cor, e outros tantas mais que são vítimas de preconceito e discriminação pelo sexo ou opção sexual, etnia, idade, ou necessidades especiais na forma estabelecida em Lei.   Feriado este que visa proporcionar e efetivar Ciclo de Estudos, trabalhos, Palestras, Informações, Cursos, Oficinas e Eventos Culturais, em Congressos, Seminários e Fóruns de debate, para reunir psicólogos, educadores e ativistas negros de diversos assuntos de interesse ...

    Leia mais
    Livres-do-Racismo

    Movimento Negro Unificado 1978-1988: 10 anos de luta contra o racismo São Paulo: Confraria do Livro, 1988

    Fonte: História no Magistério - por: Jônatas C. da Silva -   SILVA, Jônatas C. da "História de lutas negras: Memórias do surgimento do movimento negro na Bahia", pp. 7-19   "(...) Arani Santana diz que as mulheres se sentiam alijadas, à margem do movimento. Havia, dentro do movimento, uma divisão sexual do trabalho que refletia atitudes preconceituosas. Os homens achavam que trabalho mesmo era panfletagem nas ruas e nos ensaios de blocos. As mulheres, que até chegaram a fundar a Frente Negra Feminina, apresentaram, na época, uma proposta concreta de atuação na área de educação para alfabetizar adultos pelo método Paulo Freire (não devemos esquecer que havia muitas professoras no grupo) e a proposta não recebeu a devida atenção do coletivo predominantemente masculino" (p. 14 - sobre o movimento negro unificado na Bahia. Arani Santana era "professora e atriz, remanescente de fase inaugural do MNU")   Carta de princípios ...

    Leia mais
    semana

    ANASTÁCIO: Semana da Consciência Negra está preparada

    Fonte: Aquadiana -   Em Anastácio, já está tudo pronto para a realização da Semana da Consciência Negra, que será realizada no período de 13 a 20 de novembro com programações por toda a cidade. A Semana da Consciência Negra no Município é promovida pela Prefeitura Municipal com o apoio do prefeito Cláudio Valério, e as atividades são coordenadas pela Secretaria Municipal de Cultura. Na programação elaborada para este ano no Município estão palestras, caminhadas e até peça teatral. O prefeito Cláudio Valério afirma que sempre incentivou a Semana da Consciência Negra em Anastácio com atividades educacionais e culturais pois leva a 'discriminação racial e de todos os tipos' para dentro da comunidade escolar, das casas, nas ruas como tema social e humanitário onde cada um tem que fazer a sua parte contra a discriminação. Conforme o secretário Municipal de Cultura, José Edson dos Santos, servidores da Secretaria Municipal de ...

    Leia mais
    dia-mundial-do-trabalho-5

    A luta contra o racismo como forma de combate ao capitalismo

    por: Douglas Belchior   A sociedade brasileira vive, por mais de cinco séculos, uma experiência muito peculiar de formação. A existência prática da "luta de classes" inundou todo o continente e, em especial no Brasil, alimentou-se de um regime escravocrata que durou mais de 350 anos. A formalização do fim do regime de escravidão em 1888 tornou o Brasil o último país do mundo a substituir o trabalho escravo pela mão-de-obra livre. Essa mudança tardia, quando a própria escravidão moderna já era um anacronismo absurdo, marcou profundamente a estrutura da sociedade brasileira, deixando em sua formação social marcas, vícios e restos que nos atingem ainda hoje. Sua permanente influência negativa (nos níveis econômico e ideológico) moldou o comportamento da sociedade brasileira, especialmente a camada historicamente ocupante do aparelho de dominação política. O Brasil tornou-se independente sem abolir o trabalho escravo e aboliu a escravidão ao mesmo tempo em que manteve ...

    Leia mais
    executivos

    Profissionalização para negros divide opiniões em Brasília

    Fonte: Jornal do Brasil -   BRASÍLIA - A partir da próxima semana será implantado o maior Plano de Qualificação Profissional com recorte social e racial no Brasil: o Planseq Afro, que vai capacitar 25 mil negros que estão desempregados nos 26 estados e no Distrito Federal. Minas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso são os estados que oferecerão o maior número de vagas: 6.945, 3.860 e 2.940 respectivamente. Empreendedor individual, carpinteiro, mecânico de motos, eletricista, borracheiro, gerente de supermercado, operador de telemarketing e recepcionista são os principais cursos oferecidos. Entre eles, destaca-se o de cuidador de pessoas com doença falcifome - a doença genética mais comum da população brasileira que diminui a circulação, provocando dor e destruição dos glóbulos vermelhos e que acomete principalmente a população negra. O Planseq Afro é uma parceria entre o Ministério do Trabalho e Emprego e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção ...

    Leia mais
    monkey1

    Adoção do macaco como símbolo de ação social do Inter gera polêmica

    Fonte: Clique Esporte - Alguns torcedores reclamam da origem racista do apelido Divulgação Uma ação aparentemente inofensiva do marketing do Inter está gerando reações controversas. A adoção de um macaco como mascote do Inter Social, iniciativa realizada pelo clube com crianças carentes, é vista por muitos colorados como um ato inadmissível. Para outros, é uma inovação bem-vinda. A princípio, muitos torcedores se revoltaram com a possibilidade de que o clube estivesse começando a adotar um novo símbolo oficial, em substituição ao saci, tradicional representante do Inter. A possibilidade foi negada enfaticamente pelo diretor de marketing Jorge Avancini. Ele garante que o macaco foi escolhido pelas próprias crianças beneficiadas pelo projeto a partir de uma enquete e ficará restrito a esta ação. O dirigente considera que o animal é uma figura mais próxima ao dia a dia das crianças, e até divulgou uma nota sobre o assunto. O clube publicou em ...

    Leia mais
    negro brasil

    A questão do negro no Brasil

    Trezentos anos de escravidão africana no Brasil representada pelo cruel regime social de sujeição do negro e utilização de sua força, explorada para fins econômicos, como propriedade privada do homem branco, criaram problemas bem mais graves e profundos do que geralmente se imagina. Se impactou a comunidade negra, impondo-lhe índices de desenvolvimento humano  mais baixos do país, afetou também o etos da população branca,- "Aquilo que é característico e predominante nas atitudes e sentimentos dos indivíduos de um povo, grupo ou comunidade, e que marca suas realizações ou manifestações culturais"- Aurélio, com sutis sentimentos contra os afro-descedentes. A discriminação ao negro no Brasil se dá com  o encobrimento com subterfúgios como se percebe nas análises de dados socioeconômicos. De fato, embora esteja provada e comprovada a enorme desigualdade pelos  índices socioeconômicos oficiais entre brancos e negros, ela continua ser olimpicamente ignorada pela cultura "branca". Por significativo exemplo, quando se trata ...

    Leia mais
    ALUNO NA SALA DE AULA

    O Negro na Sala de Aula

    A educação é um campo com seqüelas profundas de racismo, pra não dizer, um veículo de comunicação da ideologia racial branca. Quase nada aprendemos em nossa passagem pela sala de aula sobre contribuições, valores, historia e realidades relacionadas ao negro no Brasil. Essa constatação não só é feita no que diz respeito ao ensino básico, mas vai se reproduzir nas instancias de preparação dos educadores ou seja no ensino superior. Fonte: Africa "Alguns de nós não receberam na sua educação e  formação de professores e educadores o necessário preparo  para lidar com o desafio que a problemática da convivência com a diversidade e as manifestações de discriminação dela resultadas colocam na nossa vida profissional. Essa falta de preparo , que devemos considerar como reflexo do mito da democracia racial, compromete, sem duvida, o objetivo fundamental  da nossa missão no processo de formação dos futuros cidadãos  responsáveis  de amanhã. Com efeito, ...

    Leia mais
    Página 164 de 174 1 163 164 165 174

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist