Pesquisadora lança catálogo Afro paladar com os saberes e os sabores quilombolas

Após visitar sete comunidades para observar e registrar os saberes dos povos quilombolas, os experimentos frutos dessa pesquisa serão possíveis ao público

por Mirella Duarte no RD News

Comunidade Remanescente de Quilombo – Mata Cavalo Poconé Foto: Luzo Reis
Comunidade Remanescente de Quilombo – Peba – Chapada dos Guimarães Foto: Luzo Reis
Comunidade Remanescente de Quilombo – Aguaçu-Cuiabá
Foto: Luzo Reis
Comunidade Remanescente de Quilombo – Morro Cortado Poconé Foto: Luzo Reis

A culinária mato-grossense em sua raiz, é também oriunda das cozinhas das Comunidades Remanescentes de Quilombo, que deram origem a muitos pratos típicos da gastronomia local. E essa relação do povo cuiabano com a comida, especialmente nas Festas de Santo, foi o que chamou a atenção da pesquisadora cuiabana Jackeline Silva.

Além de produtora cultural, Jackeline é formada em ciências sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso e, após muito observar, resolveu criar o projeto cultural “Afro Paladar – Nutrindo a Cultura”. O lançamento está marcado para esta sexta (10), no Sesc Casa do Artesão com muita comida típica e original dos quilombos matogrossenses.

“O intuito do projeto é reconhecer e valorizar os povos quilombolas de Mato Grosso e também divulgar os saberes, o modo de vida, a cultura dos afrodescendentes. Infelizmente os quilombolas ainda são marginalizados e invisibilizados. Nós precisamos mostrar o protagonismo, a resistência dessas pessoas que até hoje lutam contra ameaças e diversas opressões”, afirma Jackeline.

Durante o projeto, segundo a pesquisadora, o que mais chamou a atenção foi a elaboração culinária, a preparação coletiva que envolve a família, vizinhos e pessoas agregadas.  Além disso, a oferta do alimento ao visitante como forma de comunhão, estabelecendo vínculos de amizade e de reciprocidade. “O Afro Paladar não é um livro de receitas, mas sim uma amostra do modo de vida quilombola”, conta a pesquisadora.

Participam do projeto como curador o baiano, chef e consultor em gastronomia Alicio Charoth, o fotógrafo Luzo Reis, a cinegrafista Juliana Segóvia, o fotógrafo convidado Mario Friedlander e os professores da universidade, doutora Candida Soares (NEPRE) e doutor Aloir Pacini (PPGAS).

Além da comida típica e mostra de alguns saberes captados na pesquisa, haverá música ao vivo e outros tipos de arte de representantes da negritude, como Herminio Nhantumbo (Moçambique), PachaAna e Grupo Aguerê.

Pesquisa

Arquivo Pessoal/ RD News

Jackeline Silva é integrante de diversos grupos do movimento negro

O Estado de Mato Grosso possui 77 comunidades quilombolas, conforme dados da Fundação Cultural Palmares, e isso foi essencial para a iniciativa. Em 2016, o “Afro Paladar – Nutrindo a Cultura” foi aprovado no Edital Tradições da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, e após  visitar sete comunidades para observar e registrar os saberes dos povos quilombolas, os experimentos frutos dessa pesquisa serão possíveis ao público.

Jackeline Silva é integrante de diversos grupos do movimento negro, como o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (IMUNE MT) do qual participa desde a fundação em 2002; do Coletivo de Audiovisual Negro Quariterê; Escola de Benzedeiras de Brasília; Coletiva Pretinhas (DF); Articulação de Negras Jovens Feministas do Centro-Oeste (ANJF).  Com parceria do Sesc Casa do Artesão, a realização é da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, Iaiá Produções e Projetos.

O evento tem apoio do Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (IMUNE-MT) e da Coordenação geral do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro, Indígena e de Fonteira. O Sesc MT é parceiro do projeto.  A expectativa é atrair parceiros para dar continuidade no trabalho e na produção de pesquisa, para a visita de outras comunidades, no centro-oeste e pelo Brasil, acessibilizando a documentação e divulgação. (Com Assessoria).

Serviço

  • O que: Lançamento do projeto cultural “Afro Paladar: nutrindo a cultura” – Catálogo sobre a culinária dos povos quilombolas de Mato Grosso
  • Quando: 10 de agosto de 2018
  • Local: Sesc Casa do Artesão
  • Horário:
  • 16h – Palestra com Alicio Charoth (Chef e consultor em gastronomia) e Jackeline Silva (Iaiá Produções e Projetos)
  • 19h – Lançamento do catálogo “Afro Paladar: nutrindo a cultura” – Apresentações: Herminio Nhantumbo (Moçambique), PachaAna, Grupo Aguerê.

+ sobre o tema

Mandela é homenageado no parlamento sul-africano

Mandela é homenageado no parlamento sul-africano. Zuma afirma que país...

Erika Januza faz ensaio inspirada em Oxum

Erika Januza fez um ensaio inspirada em Oxum. No carnaval,...

Fifa proíbe o São João em Salvador

A partir do mês de junho, quando...

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

para lembrar

Afrobetizar a educação no Brasil

No morro do Cantagalo, no Rio de Janeiro, a...

Rapper Coolio é preso em Las Vegas após infração de trânsito

A polícia de Las Vegas, nos EUA, divulgou nesta...
spot_imgspot_img

Filme biográfico sobre Luiz Melodia é o vencedor do Festival In-Edit Brasil

O documentário "Luiz Melodia - No Coração Do Brasil" é o grande vencedor da 16º edição do In-Edit Brasil, o Festival Internacional do Documentário Musical. Dirigido...

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...

Diaspóricas 2: filme revela mundo futurista a partir do olhar de mulheres negras

Recém-lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), em Goiás, no último dia 13 de junho, o filme “Diaspóricas 2” traz o protagonismo negro feminino e brasileiro...
-+=