Protagonista negro no novo ‘Star Wars’ gera reação racista nas redes

Fãs racistas criaram um movimento para boicotar o novo episódio da franquia sob a alegação de que a produção promove, entre outras coisas, o “genocídio branco” e “marxismo cultural”; hashtag #BoycottStarWarsVII, no entanto, foi apropriada por aqueles que denunciaram o preconceito e agora virou motivo de piada

Do Portal Fórum

O lançamento, esta semana, do trailer de Star Wars: O Despertar da Força, provocou a ira de alguns fãs racistas da franquia. Ao descobrirem, através do trailer, que um dos protagonistas do novo episódio da série é um herói negro e uma das personagens principais é uma mulher, internautas criaram um movimento para boicotar a produção sob a alegação de que o filme, entre outras coisas, promove o “genocídio branco” e o “marxismo cultural”.

“JJ. Abrams é um judeu ativista que está promovendo o genocídio dos brancos”, tuitou um internauta norte-americano, inaugurando a hashtag #BoycottStarWarsVII.

“Justiceiros sociais reclamam de apropriação indevida de culturas e em seguida criam um ‘Star Wars’ não-branco”, postou outro.

boicote1

Não demorou muito, no entanto, para que a hashtag fosse apropriada por aqueles que identificaram o racismo no movimento. Ao menos desde a noite da última segunda-feira (19) que só é possível encontrar a tag em tuítes que escancaram o teor preconceituoso do boicote proposto, ou mesmo ridicularizando o movimento.

“Gosto do movimento #BoycottStarWarsVII! Quanto mais racistas boicotando o filme, menor a chance de um babaca sentar ao nosso lado no cinema!”, postou uma usuária.

Confira alguns tuítes:

Screen Shot 2015-10-21 at 10.51.56 Screen Shot 2015-10-21 at 10.51.38

 

+ sobre o tema

Tom & Jerry com aviso de racismo

por RSF Os desenhos animados clássicos Tom & Jerry estão...

Marcas do racismo

Segundo o 14º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em...

Por que as altas desigualdades persistem?

Com o fim da escravidão, nutria-se a esperança de que...

para lembrar

Referendo na Suíça dá Vitória à Intolerância Religiosa

Fonte: SOS Racismo Porto -   Contra todas as sondagens, a...

“A polícia não está a serviço do cidadão”

Thiago Melo, do Instituto de Defensores dos Direitos...

Becos, Viellas, Afoxé e Congado

A rua, um espaço de liberdade antes da pandemia...
spot_imgspot_img

Após ‘discriminação racial’, Lewis Hamilton compartilha postagem em defesa a Bukayo Saka

O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, utilizou suas redes sociais para compartilhar um texto em em defesa do jogador Bukayo Saka, da...

Ministério da Igualdade Racial apresenta aprimoramentos da Lei de Cotas no Serviço Público em seminário na Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (11), a Diretora de Políticas de Ações Afirmativas, Layla Carvalho, representou o Ministério da Igualdade Racial no primeiro painel do Seminário Cotas no Serviço Público, na Câmara dos...

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...
-+=