Nota da UFPE sobre a morte do estudante Raimundo Matias Dantas Neto

Os requintes de crueldade que envolvem a morte deste jovem universitário da Universidade Federal de Pernambuco é pra nos encher de vergonha e nos indignar e nos deslocar e nos tirar da naturalização deste racismo medonho que ceifa a vida de jovens negros. Raimundo Matias Dantas Neto era estudante de Ciências Sociais  foi encontrado morto em circunstâncias estranhíssimas, parte de seus dreads foram arrancados. De acordo com informações de uma amiga jornalista de Recife o IML não permitiu que a família visse o corpo e deu como laudo da morte: asfixia.

* No Diário de Pernambuco

* No Acerto de Contas

 

Nota
O Departamento de Sociologia e a Coordenação do Curso de Ciências Sociais da UFPE, diante da trágica morte do estudante do Curso de Ciências Sociais Raimundo Matias Dantas Neto, encontrado morto na madrugada do último dia 04, em circunstâncias ainda não esclarecidas e que dão margem à suspeita de que não teria sido uma morte acidental por afogamento, vêm de público reivindicar das autoridades responsáveis pela investigação em curso uma apuração rigorosa das condições que provocaram seu trágico desaparecimento. Esta nota vem juntar-se às manifestações do corpo discente no sentido de um esclarecimento cabal dessas condições, de modo que à dor de sua perda tão sentida por seus colegas e familiares, a quem prestamos solidariedade, não venha somar-se o sofrimento, para o qual não há luto, de qualquer dúvida sobre as circunstâncias de sua morte.
Recife, 07 de janeiro de 2013.

Maria da Conceição Lafayette de Almeida – Chefe do Departamento de Sociologia
Eliane Maria Monteiro da Fonte – Coordenadora do Curso de Ciências Sociais

Também Subscrevem essa nota:

José Luiz Ratton – Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia

Lady Selma Albernaz – Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia
Patrícia Pinheiro de Melo – Chefe do Departamento de História
Maria do Socorro Abreu de Andrade Lima – Coordenadora do Curso de História
Gabriela Tarouco – Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política
Daniel Rodrigues – Diretor do Centro de Educação
Ana Cristina Fernandes – Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Geografia
Cláudio Ubiratan Gonçalves – Chefe do Departamento de Geografia
Fernanda Torres – Coordenadora da Graduação em Geografia

 

Fonte: Blog da Maria Frô

+ sobre o tema

Parlamento grego suspende imunidade de três deputados neonazistas

O Parlamento também suspendeu a imunidade de outros três...

Artigo analisa debate legislativo sobre ações afirmativas no Brasil

      No artigo "Ações Afirmativas e Interesses Estatais: Políticas Raciais...

Genocídio por Sueli Carneiro

O relator especial da Comissão de Direitos Humanos da...

para lembrar

Elza Soares: “Ainda me choca o racismo nos dias atuais”

Elza Soares é uma mulher de fibra. Com uma...

A Torcedora do Grêmio Somos Nós

Por: Verônica Daminelli Quem nunca chamou um negro de macaco, quem...

Obama não conseguiria ser presidente do Brasil, dizem especialistas

GABRIELA MANZIN, da Folha de São Paulo  Eu gostaria de...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=