Rituais e Ancestralidade: uma conversa inicial entre capoeira e cultura indígena

Tem como objetivo promover e participar da vivência entre o ritual da roda de capoeira, representado por alguns de seus mestres guardiões de diferentes linhagens e a cultura indígena, também bastante circular em seus rituais, guardada e representada aqui pelo cacique Wakay, da tribo kariri-Xocó/ Fulniô, morador da reserva ThaFene em Lauro de Freitas.

Mestres convidados confirmados:
Mestre Russo/RJ, Mestre Lua Rasta/Sa, Mestre Olavo/Sa, Mestre Ivan/ Sto Amaro.

Público-alvo:
Capoeiristas e/ou interessados nas culturas da capoeira e indígena que já possuam experiência e que se sintam curiosos para investigar o conceito de ancestralidade apresentado e representado por ambas as culturas e sua importância para o desenvolvimento daqueles que as praticam.

Como será:
· Um acampamento* em Lauro de Freitas/BA, no N’CASA: Núcleo Cultural de Alegria e Saberes Artísticos, em Buraquinho, Lauro de Freitas.

PROGRAMAÇÃO
13/07, 6ª feira
19:00: Chegada, acomodação e roda de capoeira com a presença dos capoeiristas participantes e mestres convidados e Cacique Wakay;
22:30: Jantar;
23:30: Vivência cultural indígena ao redor da fogueira (traga o seu tambor!);

14/07, Sábado:
9:00: Café da manhã com exibição do filme ‘O Zelador’, com bate papo com os mestres, cacique e participantes presentes;
10:30: Oficina de compartilhar movimentos e experiências de rodas, convivência e roda;
12:30: Feijoada de encerramento

ATENÇÃO

*É necessário levar barraca, colchonete e kit pessoal/ Caso não tenha barraca, será disponibilizado um salão coberto para estadia.

Pretendemos fazer esse encontro de maneira partilhada.
Os gastos envolvendo deslocamento e ‘pagamento simbólico’ dos convidados, alimentação de todos, gastos com gás, luz e água foram previstos visando a contribuição de:
R$ 50,00/participante, ou R$ 130,00/3 participantes (caso haja a confirmação e pagamento de um grupo de 3 pessoas juntas), sendo disponibilizadas 30 inscrições para participação.
Após o encerramento do encontro, tornaremos pública a sua prestação de contas e, caso haja alguma quantia a mais, essa será doada ao projeto N’CASA, uma iniciativa coletiva que vem se mantendo das ações que realiza em prol da permanência da cultura popular, da infância e do meio ambiente.
O pagamento deverá ser feito sob forma de depósito, e para obter a informação dos dados da conta, solicitamos que entrem em contato através de [email protected] ou 82112040, ou ainda no
facebook: como Lilu N’casa, para nossa organização.

PODEM TRAZER CRIANÇAS! ELAS NÃO PAGAM!

Realização: Grupo de Capoeira Malta da Serra- o Contramestre Luciano e Professora Lilu.

INFORMAÇÕES : Luisa Pimenta – Lilu (71) 82112040

 

[email protected]

 

Fonte: Mulher Negra

+ sobre o tema

para lembrar

Ana Maria ganha doces de Taís e diz: “Para de bullying com minha abóbora”

Ana Maria Braga ganhou doces de abóbora e brigadeiros...

Lívia Graciano – Jekyll & Hyde

A trajetória profissional de Lívia Graciano tem toques de...

SPFW vai ter que incentivar uso de modelos negros

30 dias após evento, SPFW deverá enviar lista dos...
spot_imgspot_img

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...
-+=