Saiba quem é Mayara Lima, a princesa de bateria que viralizou na internet

Enviado por / FontePor Eliane Santos, G1

Ela tem 24 anos e há 11 desfila pela agremiação.

Mayara Lima, cujo vídeo ensaiando com a bateria da Paraíso do Tuiuti em perfeita sincronia viralizou na última semana, tem só 24 anos, mas mais da metade deles é dedicado ao samba.

A hoje princesa da bateria começou no mundo do samba na Aprendizes do Salgueiro, escola mirim da agremiação de Viviane Araújo, com 10 anos de idade. Lá, chegou a integrar a ala de passistas do Salgueiro, sob o comando de Carlinhos Salgueiro – um dos coreógrafos mais premiados do carnaval carioca.

Mayara Lima: vídeo de samba sincronizado com a bateria viralizou — Foto: Reprodução/Redes sociais

Em 2011, aos 14 anos, passa a frequentar a Paraíso do Tuiuti e entra também para a ala de passistas da agremiação, até então escola da série B do carnaval carioca.

Em 2016, aos 18 anos, Mayara foi a escolhida para representar o Salgueiro no concurso “Musa do Caldeirão”, no programa apresentado na época por Luciano Huck, e foi uma das finalistas da atração

Em 2017, já com a Tuiuti no grupo especial, Mayara vira destaque de chão da escola.

Aulas de samba na Austrália

No ano seguinte, além de seguir como destaque, viajou para a Austrália para ministrar suas primeiras aulas de samba. Nesse ano, ela também engravida de Arthur – fruto do seu casamento com Renan Marins, diretor de barracão da Tuiuti.

Na volta, a beldade vira musa da Tuiuti para o carnaval de 2020 e, no dia 10 de abril de 2021 foi aclamada princesa de bateria.

“Eu sou a nova princesa da bateria Super Som! Vocês acreditam? Vocês têm noção? Eu estou em choque e muito feliz”, disse na época.

Desde que foi aclamada ao posto, Mayara também desperta a atenção pelos looks nos ensaios da escola, que incluem além da roupa caprichada, apliques de cabelos variados e saltos altíssimos que em nada atrapalham a sua apresentação.

Princesa viral

Mas foi de shortinho e camiseta que ela chamou a atenção de quem ainda não a conhecia nas redes sociais – até o início do ano, ela tinha 60 mil seguidores. Agora já são 386 mil.

“Os meus vídeos eram bem vistos, mas porque os meus seguidores me ajudavam e ficava ali entre um Instagram e outro, mas como esse nunca! Acho que a sincronização com a bateria chama muito a atenção do público, uma coisa que todos gostam”, disse Mayara ao g1 depois do vídeo viralizar.

Desse momento até o ensaio técnico da agremiação na Marquês de Sapucaí passou uma semana, e Mayara ganhou ares de estrela do carnaval carioca.

No domingo (20), a princesa que, sem salto, lembrava mais uma menininha, estava nervosa com o assédio e a responsabilidade que a fama jogou nas suas costas.

Ovacionada na Sapucaí

Deu entrevistas, tirou fotos, cumprimentou a todos que a chamavam pelo caminho até bateria, mas tal qual um craque de futebol, bastou calçar as chuteiras – ou melhor, os saltos -, para todo o nervosismo sumir e ela fazer o que de melhor sabe: sambar.

“Estou nervosa, mas sempre sonhei com tudo o que está acontecendo. Sou muito grata a todos que me ajudaram a chegar nesse momento”, disse ela, que só parou de sambar quando ouviu o público do Sambódromo gritando

O escola vai levar para a avenida um enredo afro desenvolvido pelo carnavalesco campeão Paulo Barros: “Ka ríba tí ÿe – Que nossos caminhos se abram”. O tema vai exaltar as histórias de luta, sabedoria e resistência negra.

+ sobre o tema

Taís faz um debate sobre feminismo negro em Mister Brau

Fiquei muito feliz em poder trazer o feminismo negro...

Conheça a história de Shirley Chisholm, primeira mulher a ingressar na política americana

Tentativas de assassinato e preconceito marcaram a carreira da...

Roda de Conversa: Mulher, raça e afetividades

O grupo de pesquisa Corpus Dissidente promove a roda...

Entristecemos

A recessão nos tirou festa e regalos e nos...

para lembrar

Aláfia, para além da “África teórica”

Por Igor Carvalho, Uma banda que carrega em sua música...

Casa Branca do Engenho Velho

Casa Branca do Engenho Velho, Sociedade São Jorge do...

Iemanjá a Rainha do Mar

Iemanjá é a Rainha do Mar e as suas...

SOS Racismo realiza Semana da Cultura Negra em São Paulo

  "Para nós o mês de Novembro é...
spot_imgspot_img

Estrela do Carnaval, ex-passista Maria Lata D’Água morre aos 90 anos em Cachoeira Paulista, SP

A ex-passista Maria Mercedes Chaves Roy – a ‘Maria Lata D’Água’ – morreu na noite dessa sexta-feira (23), em Cachoeira Paulista, no interior de São...

Depois de um carnaval quente, é hora de pensar em adaptação climática

Escrevo esta coluna, atrasada, em uma terça-feira de carnaval. A temperatura da cidade de São Paulo bate 33°C, mas lá fora, longe do meu ventilador,...

Leci Brandão sai em defesa da Vai-Vai: ‘Nenhuma instituição está acima da crítica’

'A crítica social é necessária na medida em que ela força as instituições a se autoavaliarem e melhorarem', disse a parlamentar A deputada estadual Leci...
-+=