Segundo o jogador do Milan, o racismo não pode ser ignorado pelas autoridades

Segundo Kevin-Prince Boateng, o racismo é uma doença igual à Malária. O jogador do Milan afirmou que a prática é uma “doença perigosa” e que deve ser repudiada pelas autoridades.

“Houve momentos em minha vida em que eu não queria enfrentar o problema. Tentei ignorá-lo como se fosse uma dor de cabeça que, mais cedo ou mais tarde, vai embora. Eu só tinha que esperar”, disse em reunião da ONU em Genebra.

“Isso, no entanto, é uma ilusão. Ele não vai desaparecer por si só. Nós temos o dever de enfrentar o racismo e para combatê-lo”, ressaltou.

“O conceito de ‘racista’ pouco não existe. Não há quantidades toleráveis de racismo. É inaceitável, independentemente de onde ele acontece ou a forma que ele leva”, disse.

“Quando eu jogava para Gana, eu aprendi a lutar contra a malária. Eu acho que o racismo e a malária têm muito em comum”, alertou.

“Estádios de futebol, como em outros lugares, estão cheios de jovens. Se não lutarmos contra a estagnação, muitos dos que são saudáveis, hoje, podem ser infectados com uma das doenças mais perigosas do nosso tempo”, afirmou.

“É tão importante para enfrentar o racismo hoje como era no passado. Temos de encontrar inspiração daqueles que arriscaram suas vidas para a causa”, lembrou.

“Estou convencido de que seria um erro fatal de acreditar que podemos lutar contra o racismo, ignorando-o e esperando que ele vai embora como uma dor de cabeça. Isso não vai acontecer”, finalizou.

 

 

Fonte: Goal 

+ sobre o tema

A ostentação negra incomoda

Ostentar significa “alarde, exibição vaidosa, vanglória”. Qualquer um pode...

Grupo Prerrogativas denuncia o genocídio negro no Brasil

"O Brasil tem uma dívida histórica com a população...

para lembrar

Responda-me rápido: Mérito é hereditário? por Marcos Romão

por marcos romão Ao perguntar no meu perfil do Facebook sobre a...

Segurança barrou entrada de atletas por serem negros no Shopping Vale Sul

Três jogadores de futebol do Esporte Clube Taubaté registraram...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=