quinta-feira, setembro 23, 2021

Sobre ser a Maior Poesia

Nossa maior poesia é saber onde nossas raízes estão fincadas.
É estar sobre pés que nos levam onde nosso corpo precisa estar.
É nosso corpo poder ser e/ou estar.

Nossa maior poesia é ter descoberto o que nos faz sentir livres e o que nos prende.
É voar pela imensidão com olhos de águia.
É ansiar por estar só desfrutando prazerosamente da própria companhia.
É desfrutar o prazer de estar em outras companhias.

A maior poesia é ficarmos em paz com o que somos, com o que nos tornamos.
É encontrarmos sentido na reflexão da história da nossa vida e nas histórias dos que passaram e dos que estão em nossa história de vida.

Nossa maior poesia é saber de quais sonhos podemos desistir e pelos quais devemos ter fôlego para realizar.
É querermos usar a sensibilidade, a razão e a emoção para fazermos escolhas de maneira prudente.
É sabermos dos nossos limites e fragilidades. Das nossas forças e possibilidades.
É reconhecermos que somos sujeitos da nossa história de vida.

A maior poesia é aprendermos a pedir socorro quando preciso for.
É aceitar ajuda quando necessário.
É querermos contribuir para o bem de todos de maneira assertiva.

Nossa maior poesia é aprender viver de forma leve.
É sabermos lidar com os pesos.
É entendermos que em todos os caminhos existem pedras e espinhos e mesmo assim enxergar flores, ouvir os pássaros, desfrutarmos de um banho de chuva. Deixarmos o calor do sol massagear nossa pele.
É Sentirmos a brisa fresca do final de uma tarde de verão. É Deixarmos o vento frio do inverno beijar nosso rosto.

A maior poesia é conseguirmos identificar nossos temores, nossas ansiedades, nossas dores, nossos prazeres, nossas alegrias, nossos delírios, nossas habilidades e potencialidades.
Nossa maior poesia é saber que somos inacabados.
É saber que temos potencialidades para nos desumanizarmos.
É trabalhar na capacidade de sermos cada vez mais humanos, mais amorosos, mais tolerantes.

Nossa maior poesia é saber que somos finitos enquanto corpos.
É usarmos o livre arbítrio.
É saber que podemos pensar diferentes, sermos singulares.
É crer na imortalidade do espírito.
É saber que somos como um grão de areia,ou como uma gota no oceano. Ou como pozinho de alguma estrela que já não é.
É sabermos que mesmo que insignificantes para alguém, temos grande valor aos olhos do Criador.

A maior poesia é sabermos que não sabemos a maioria das coisas e nunca saberemos tudo o que ansiamos saber.
Poesia é aceitar que estamos em um longo processo de aprendizado.
Nossa maior poesia é o que já foi e nos constituiu enquanto era.
É o que está, o que já é, o que já já será. O que será e nos constituirá.

A maior poesia é o que nos desafia.
A vida, com suas dores e suas delícias, é um maravilhoso desafio poético nos seus altos e baixos.
Nossa maior poesia é o hoje, é o aqui, é o agora. É, neste momento estarmos desfrutando da vida como ela é, enquanto é.
É lembrar dos que já não estão entre nós e refletirmos no aprendizado que deixaram em nossa vida.
Neste momento a maior poesia é a nossa existência.
Poesia grande, profunda, bonita e verdadeira, é você, meu semelhante/minha semelhante.
É você a maior poesia no tempo do agora da vida .

 

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE.
RELATED ARTICLES