Sou mulher negra o ano inteiro

Sou mulher negra o ano inteiro.

O Dia 20 de Novembro já passou e é provável que, para muitos, com ele tenha se esvaido toda a memória da importância que a Consciência Negra carrega consigo. A reflexão sobre o racismo e o combate ao preconceito racial estão além das expectativas por uma data, mesmo que seu simbolismo seja necessário e profundamente importante. No entanto, um questionamento surge: as vozes negras estão sendo verdadeiramente ouvidas? De quem são essas vozes?

Por Jarid Arraes

Indo além das limitações impostas por uma mentalidade extremamente centralizada no sudeste do Brasil e trazendo fortes provocações dentro de um Feminismo Negro e nordestino, Karla Alves fala – em vídeo – sobre a vivência do ativismo negro no interior do Ceará e os incômodos com o Feminismo que ignora recortes de raça.

É tempo de dar a palavra para mulheres que possuem muito a dizer e ensinar, mas que são barradas por uma cultura que pretere o Nordeste e sua importância política.

Fiquem com o depoimento abaixo, Sou mulher negra o ano inteiro, gravado de forma amadora, mas repleto de assertividade:

Fonte: Revista Fórum

+ sobre o tema

‘Achei que isso nunca aconteceria comigo’: o que leva mães a matarem seus bebês

Várias dezenas de mulheres são julgadas todos os anos...

Não somos nós

Pesquisa inédita do Instituto Patrícia Galvão e Data Popular...

Velha sim, idiota não!

A queixa foi feita por uma senhora de 80...

Roxane Gay: “Prefiro ser uma má feminista a não ser uma feminista”

Autora de "Bad feminist" fala a ÉPOCA sobre como...

para lembrar

Sobre o que chamam “ideologia de gênero”

“O Estado Democrático de Direito precisa garantir os direitos à livre...

Acusado de agredir mulher, C. Alberto é obrigado a se afastar da família

O jogador Carlos Alberto recebeu ordem judicial para deixar...

Becos da Memória – A força da memória para pensar o passado e o presente

Joselicio Junior: A riqueza do texto está na importância...

Por que o ativismo das mulheres negras incomoda tanto?

Seja no mercado de trabalho ou cultura, a luta...
spot_imgspot_img

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...
-+=