Unegro São Paulo realiza jantar em homenagem a Orlando Silva

Na terça-feira (13), a União de Negros pela Igualdade (Unegro) São Paulo reuniu sua diretoria, afiliados, amigos e empresários, para um jantar especial com o ex-ministro Orlando Silva. Durante o evento, realizado no Restaurante Portucalle, região sul da cidade, os convidados confraternizaram e dialogaram sobre o recém finalizado processo eleitoral e estreitaram diálogos em defesa da proposta da Unegro sobre a universalidade das políticas públicas e ações afirmativas para negros e negras.

Edson França, presidente nacional da entidade, frisou a importância da continuidade da luta por espaço público para o povo negro “A nossa luta é apenas pela a igualdade. O papel da Unegro é em tornar todos iguais e nós temos pessoas preparadas, o que nos falta é espaço”, disse.

Já Julião Vieira, presidente estadual de São Paulo, destacou o número de candidatos negros que disputaram as eleições em suas regiões e refletiu sobre ações futuras. “Tivemos um belo exemplo de que a disputa não é fácil. A Unegro apoiou vários candidatos, estivemos juntos, dando força por acreditar que esse é o caminho. Conseguimos eleger alguns candidatos, mas os esforços devem estar voltados a partir de agora para o próximo pleito de 2014.”

Homenageado da noite, o ministro Orlando Silva, um dos fundadores da entidade e que foi candidato pelo PCdoB a vereador pela cidade de São Paulo, enfatizou a colaboração da Unegro em sua campanha, o apoio viabilizado dentro do movimento negro e as expectativas da gestão do Prefeito eleito Fernando Haddad.

“Nossa tarefa agora é acompanhar a estruturação da nova gestão proposta por Haddad e em especial a criação da Secretaria de Igualdade e Promoção Racial e aguardar o dia 1º Janeiro para assumir uma cadeira na Câmara de Vereadores de São Paulo”.

Sobre a campanha, Orlando Silva destacou o seu trabalho pós-eleitoral. “Eu tenho voltado aos locais por onde passei para pedir votos e as pessoas se espantam, mas voltei a um por um para agradecer o apoio e os quase 20 mil que creditaram ao meu projeto.”, explicou.

Idealizado pela Unegro, o evento ocorreu uma semana antes do 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, e contou com a colaboração da Qualiafro e da Ebony English, empresas lideradas por jovens empresários negros.

 

 

Fonte: Vermelho 

+ sobre o tema

Após alerta de risco de câncer, Coca pode mudar fórmula de corante

Pesquisa americana afirma que substância seria cancerígena.Fabricante diz que...

Negros têm acesso às universidades na velhice

Ministra revela que negros ainda sofrem discriminação no país D´Acelino...

para lembrar

Lei inclui ‘Afoxé Omo Oxum’ no calendário cultural de Sergipe

O ano de 2011 começou a todo vapor para...

Valdecir Nascimento: Carta manifesto de apoio a Valdecir Nascimento

Exmo.sr. Jaques Wagner Governador do Estado da Bahia Salvador/BA...

Heróis Negros – liderança e sabedoria

Por que os Heróis não são Heróis negros? Pergunta...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=