Agência Africa é criticada nas redes por postar fotos sem pessoas negras na equipe

“Que vergonha, uma agência que se apossa do nome de um continente negro como identidade para si e não há sequer uma negra”, disse um dos inúmeros internautas que se revoltaram com a foto postada pela empresa em homenagem ao ‘Outubro Rosa’

Por Ivan Longo Do Portal Fórum 

agenciaafrica1-1024x477Internautas criticaram o fato de a agência não contar com pessoas negras na foto em homenagem ao ‘Outubro Rosa’. (Foto: Reprodução/Facebook)

“O nome ‘Africa’ foi escolhido para ser entendido internacionalmente, e para homenagear o povo que deu cultura ao Brasil.” Assim a Agência Africa explica, em seu site, a escolha do nome da empresa de publicidade. Uma simples foto postada na página da agência na última terça-feira (6), no entanto, sugere que a homenagem ao continente “que deu cultura ao Brasil” não vem sendo prestada da melhor maneira possível – ao menos essa é a opinião da maioria dos usuários do Facebook que comentaram no post.

Com o intuito de aderir ao ‘Outubro Rosa’ e conscientizar mulheres a adotar medidas de prevenção ao câncer de mama, a empresa postou uma foto de parte das mulheres da equipe vestindo roupas da cor rosa. O que chamou atenção no post é que, entre as que aparecem na foto, não há nenhuma mulher negra.

“Que vergonha, uma agência que se apossa do nome de um continente negro como identidade para si e não há sequer uma negra nessa manifestação à ideia do Outubro Rosa. Uma verdadeira vergonha. Repensem seus conceitos identitários”, comentou uma internauta, que foi seguida por dezenas de outros usuários.

“Sendo assim cadê a mulher negra que não vejo representada? Acaso mulheres negras não estão sujeitas a desenvolver câncer de mama? Será que não existe mulher negra empregada nessa agência cujo nome remete a um continente composto em sua maioria por negros e pela cultura afro?”, questionou outra internauta.

Procurada, a empresa – por meio de sua assessoria de comunicação – informou que estão “sem entender” a polêmica, se disseram “chateados com a situação” e informaram que a foto não representa a agência como um todo, já que a empresa conta com mais de 300 funcionários e apenas aqueles que toparam aderir à campanha que apareceram na foto.

“Foi uma infeliz coincidência. A diversidade está entre as coisas que a agência mais preza”, disse a assessora.

+ sobre o tema

O Brasil de Diogo e o Brasil de Luiza; por Wagner Iglecias

Wagner Iglecias A entrevista de Luiza Trajano ao Manhattan...

Sem-tetos ocupam áreas para exigir Minha Casa, Minha Vida

MTST organiza ações na Região Metropolitana de São Paulo...

para lembrar

Mídia internacional repercute denúncia contra Michel Temer

Jornais mais importantes destacaram denúncia inédita a presidente exercendo...

Leci Brandão: As alegrias do Carnaval

O Carnaval sempre fez parte da minha vida e...

Joaquim Barbosa:Relator aceita denúncia contra Azeredo por crime de lavagem de dinheiro

Fonte: Folha OnLine- Depois de aceitar a denúncia do Ministério...

Há povo sem território. E território sem povo, é o caso do Brasil

Existem povos sem territórios. São exemplos os Curdos, os...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=