Aula aberta e gratuita de dança afro, em São Paulo, celebra a riqueza ancestral no Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha

No Dia da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha dance a riqueza de ter as tecnologias ancestrais a seu favor, na aula aberta de dança afro contemporânea que acontecerá dia 25 de julho, na Vila Itororó, em São Paulo.

Por Isadora Santos, enviado para o Portal Geledés 

O evento tem como tema: Kolapo. #ifeelrich. O significado da palavra Kolapo, em Yoruba, quer dizer: Toda riqueza deve unir.

E daí partiu a ideia da bailarina, jornalista e astróloga, Leandra Silva, de unir a riqueza e poder ancestral para dançar com liberdade e sensibilidade essa data tão importante para a pauta feminina negra.

Leandra comanda a aula aberta ao som dos tambores dos percussionistas, Edvan Mota e Guilherme Ribeiro.

Vamos celebrar a grandeza de tomar posse do que é nosso por direito, nosso corpo, nossa história, nossa estética e porque não dizer, nossos bens. A dança foi o caminho escolhido para isso. Você está convidade para se sentir rica conosco!

O evento começa às 19h e vai até às 20h. A Vila Itororó está localizada na rua Pedroso, 238, próxima ao Metrô São Joaquim (Linha azul do Metrô).

SOBRE A PROFESSORA
Leandra Silva, é bailarina, coreógrafa, jornalista e astróloga. Tem profunda imersão na cultura e na dança negra tradicional e contemporânea, além de ter passado por diversas escolas como o ballet clássico, dança moderna e contemporânea. Sua formação perpassa pelo Núcleo de Artes Afro Brasileiras da USP, com Kelly Anjos, Mestre Pinguim, Mestre Pitanga, dentre diversas outras escolas em São Paulo e Salvador.

SOBRE O EVENTO
A oficina é um encontro de saberes, que aborda a dança afro, enquanto tecnologia ancestral desenvolvendo a consciência do corpo como fonte primordial de comunicação, auto expressão e poder, vivenciando suas possibilidades no jogo entre o individual e o coletivo.


** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

+ sobre o tema

Lá na Laje retorna ao Sesc Pompeia com autoras negras e indígenas

Entre as convidadas confirmadas estão Cidinha da Silva, Eliana...

Marielle Franco será homenageada na maior universidade de Nova York

Ato acontece na quinta-feira, um ano após seu assassinato Por ...

Participação social : a necessidade de uma perspectiva interseccional¹

A Constituição Federal Brasileira de 1988 ampliou os mecanismos...

Anelis Assumpção: ‘Feminismo é um mar completo e vai abraçar todas as pessoas’

Anelis Assumpção é paulistana da gema. Criada no bairro da...

para lembrar

Mulheres do MAB entregam pauta a Dilma

No documento, participação popular na formulação da política energética...

Fátima Oliveira: A capitania hereditária do Maranhão já deu até o que não teria de dar

Ana Clara Santos Sousa, 6, morreu sem acessar cuidados...

Xuxa revela em programa ter sofrido abuso sexual na infância

Em um depoimento forte e comovente na noite desse...

Christiane Taubira

Christiane Taubira, nascida em 2 de fevereiro de 1952...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=