Bolsonaro é um boçal com personalidade sombria, diz Folha em editorial

Sem fazer mea culpa sobre a participação da mídia, e da própria Folha, no golpe parlamentar que abriu os caminhos para que Bolsonaro chegasse ao poder, o jornal levanta a hipótese de impeachment, mas diz que reforma da Previdência “dá fôlego ao governo”

Da Revista Fórum 

Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)

No mais duro editorial até hoje contra Jair Bolsonaro, a Folha de S.Paulo critica duramente a “insistência na agressão e na boçalidade” do mandatário brasileiro que, segundo o jornal, “revela uma personalidade sombria que parece se reconhecer, com júbilo, nas trevas dos porões da ditadura militar”.

“Além de expor o despreparo do chefe do Executivo para desempenhar suas funções num quadro de coexistência com as diferenças, a insistência na agressão e na boçalidade revela uma personalidade sombria que parece se reconhecer, com júbilo, nas trevas dos porões da ditadura militar”, relata a Folha.

Sem fazer o mea culpa sobre a participação da mídia, e da própria Folha, no golpe parlamentar que abriu os caminhos para que Bolsonaro chegasse ao poder, o jornal da família Frias ainda faz duras críticas aos ataques do presidente aos jornalistas Glenn Greenwald e Miriam Leitão.

“São os traços intolerantes e obscurantistas do mandatário que saltam aos olhos nos ataques e afirmações falsas dirigidos aos jornalistas Miriam Leitão e Glenn Greenwald, nas imposturas acerca do desmatamento da Amazônia, nas ameaças de censura ao cinema, no tratamento injurioso aos nordestinos e no desdém pelo massacre de presos no Pará”, diz a Folha.

Ao fim, o jornal levanta a hipótese de “analistas” sobre um “enquadramento em crime de responsabilidade”, que poderia leva Bolsonaro ao impeachment, mas ressalta que a reforma da Previdência, defendida pela própria Folha, ainda “dá fôlego ao governo”.

“Entretanto a recente espiral de infâmias não poderá se perpetuar sem consequências”, diz o texto.

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

As vaias ao francês Lavillenie mostram que a cultura do ódio triunfou entre nós. Por Paulo Nogueira

Por  Paulo Nogueira Do DCM O brasileiro está doente. Socialmente...

Câmara Municipal do Rio de Janeiro homenageia Nilcéa Freire com medalha Pedro Ernesto

Fonte: Feminismo.org - Mais importante comenda do município é concedida...

Apagão estatístico

A divulgação do Atlas da Violência 2021 trouxe novas...

Meritocracia: Luiz Fux mata no peito para filha marcar gol

Ministro Luiz Fux mata no peito e centra para...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=