Com Omar Sy, longa conta história do primeiro palhaço negro da França

Quando a grande estrela de Paris do início do século 20 foi presa por falta de documentos, os policiais escovaram suas costas até sair sangue para mostrar-lhe que jamais seria como os outros, querendo dizer que nunca seria branco, como eles.

no Folha de São Paulo

O filme “Chocolate”, do ator e diretor francês filho de marroquinos Roschdy Zem, é baseado na história do primeiro palhaço negro da França, interpretado por Omar Sy (“Intocáveis”).

O artista, que chegou à Europa após ser vendido como escravo aos oito anos, torna-se, com outro palhaço, Footit, a grande atração do principal circo da capital francesa.

“O que me fascina é a trajetória extraordinária de Chocolate e o fato de ter completamente desaparecido da memória coletiva”, diz Zem, em entrevista à Folha.

Ele explica que o palhaço teve grande notoriedade, mas que depois de menos de 50 anos havia sido esquecido. “Chama a atenção que a grande estrela do começo do século passado fosse um negro”, completa.

No longa, parte da programação do Festival Varilux e que deve estrear no circuito em 21 de julho, a dupla de Chocolate é vivida por James Thierrée, neto de Charles Chaplin e artista de circo.

“James tem um grande conhecimento do espetáculo circense. Ele e Omar Sy trabalharam juntos nos números por quatro semanas antes das gravações, o que foi essencial para que o resultado fosse uma dupla de verdade”, diz Zem.

Para aqueles cuja cena favorita de “Intocáveis” é a da dança do carismático Omar Sy, saibam que em “Chocolate” ele volta ao gingado no salão.

Zem também é tema de uma mostra de seus filmes como ator e diretor em São Paulo e no Rio, dentro da programação do festival de cinema francês.

leia também: Filme Chocolate é um retrato trágico e cômico do racismo

Entre os longas estão “Dias de Glória”, sobre soldados do Marrocos que lutaram pela França na Segunda Guerra, e “Omar m’a Tuer”, seu segundo filme, baseado num caso célebre da Justiça francesa nos anos 1990, em que um jardineiro marroquino é acusado de matar sua patroa.

FESTIVAL VARILUX
QUANDO de 8 a 22 de junho
ONDE Espaço Itaú, Caixa Belas Artes, Cinearte, Kinoplex Itaim, Cine Sala e outros
PROGRAMAÇÃO www.varilux cinefrances.com

+ sobre o tema

Quilombinho por Clélia Rosa

(...). Mesmo que eu tenha que cruzar terras e...

Kalaf Epalanga: imigração, kuduro e literatura

Convidado da Flip, autor fala sobre 'Também os Brancos...

Lázaro Ramos lança álbum para crianças

Em entrevista à CRESCER, nosso colunista Lázaro Ramos revela...

Lupin: Série francesa da Netflix quebra recorde na plataforma

Dona da primeira posição do TOP 10 da Netflix...

para lembrar

Representação de negros nos quadrinhos segue estereótipos, revela pesquisa

Existe estereotipização na forma como os negros são retratados...

Neto de Malcolm X é assassinado no México

Malcolm Shabazz, neto do ícone dos direitos civis Malcolm...

Por que no meio da dor os negros, dançam, cantam e riem

Por: Leonardo Boff - teólogo, filósofo e escritor ...

O nadador haitiano que, sem piscina olímpica, treinou para Rio 2016 com vídeos de Phelps

Em meio à profusão de atletas, dirigentes, convidados e...
spot_imgspot_img

Diaspóricas 2: filme revela mundo futurista a partir do olhar de mulheres negras

Recém-lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), em Goiás, no último dia 13 de junho, o filme “Diaspóricas 2” traz o protagonismo negro feminino e brasileiro...

Mulheres afrodescendentes são destaque em evento internacional pela conservação ambiental e justiça climática

No último dia 14, a vice-presidenta da Colômbia, Francia Márquez, esteve no fechamento do evento internacional “Garantir a posse da terra e os direitos...

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...
-+=