Com Omar Sy, longa conta história do primeiro palhaço negro da França

Quando a grande estrela de Paris do início do século 20 foi presa por falta de documentos, os policiais escovaram suas costas até sair sangue para mostrar-lhe que jamais seria como os outros, querendo dizer que nunca seria branco, como eles.

no Folha de São Paulo

O filme “Chocolate”, do ator e diretor francês filho de marroquinos Roschdy Zem, é baseado na história do primeiro palhaço negro da França, interpretado por Omar Sy (“Intocáveis”).

O artista, que chegou à Europa após ser vendido como escravo aos oito anos, torna-se, com outro palhaço, Footit, a grande atração do principal circo da capital francesa.

“O que me fascina é a trajetória extraordinária de Chocolate e o fato de ter completamente desaparecido da memória coletiva”, diz Zem, em entrevista à Folha.

Ele explica que o palhaço teve grande notoriedade, mas que depois de menos de 50 anos havia sido esquecido. “Chama a atenção que a grande estrela do começo do século passado fosse um negro”, completa.

No longa, parte da programação do Festival Varilux e que deve estrear no circuito em 21 de julho, a dupla de Chocolate é vivida por James Thierrée, neto de Charles Chaplin e artista de circo.

“James tem um grande conhecimento do espetáculo circense. Ele e Omar Sy trabalharam juntos nos números por quatro semanas antes das gravações, o que foi essencial para que o resultado fosse uma dupla de verdade”, diz Zem.

Para aqueles cuja cena favorita de “Intocáveis” é a da dança do carismático Omar Sy, saibam que em “Chocolate” ele volta ao gingado no salão.

Zem também é tema de uma mostra de seus filmes como ator e diretor em São Paulo e no Rio, dentro da programação do festival de cinema francês.

leia também: Filme Chocolate é um retrato trágico e cômico do racismo

Entre os longas estão “Dias de Glória”, sobre soldados do Marrocos que lutaram pela França na Segunda Guerra, e “Omar m’a Tuer”, seu segundo filme, baseado num caso célebre da Justiça francesa nos anos 1990, em que um jardineiro marroquino é acusado de matar sua patroa.

FESTIVAL VARILUX
QUANDO de 8 a 22 de junho
ONDE Espaço Itaú, Caixa Belas Artes, Cinearte, Kinoplex Itaim, Cine Sala e outros
PROGRAMAÇÃO www.varilux cinefrances.com

+ sobre o tema

Uma pitada de Magia Negra – Em cada conto tem um canto.

Estava eu voltando do mercado, carregada de mudas, ervas...

Prêmio Movimentos Criativos contempla jovens negros(as)

Um + Um = Três! Quando somamos o melhor...

O Lima Barreto que nos olha

O que vemos só vale – só vive –...

para lembrar

Viola Davis é homenageada com prêmio feminista no ‘Critics’ Choice Awards’

Na madrugada de domingo (11) para segunda (12) foi...

Dois cafés e a conta com Rodrigo França

Ator, autor e diretor destaca a importância do respeito...

Taís Araújo e Lázaro Ramos entram em lista de atores afro-latinos da IndieWire

Aconteceu na surdina. Ao entrar em um debate pautado...

Momento de Ajuste – Lázaro Ramos

Lázaro Ramos percebeu em si próprio as mesmas questões...
spot_imgspot_img

Novas imagens de Jaafar Jackson como Michael Jackson em cinebiografia chocam web: ‘É o próprio MJ’

Se tem uma cinebiografia que está chamando a atenção dos fãs de cinema ultimamente, essa com certeza é "Michael", longa inspirado na obra e vida de Michael Jackson. Para...

Filmes de Plástico: De  Mar, Amar

Contagem, abril de 1968. Palco da primeira grande greve operária no recrudescer da ditadura militar no Brasil. Contagem semeia Lula em São Bernardo do...

Festival Visões Periféricas anuncia filmes selecionados 

O FESTIVAL VISÕES PERIFÉRICAS confirma a realização da 17ª edição, de 20 a 26 de março, com formato presencial e online e gratuito para todo o Brasil,...
-+=