Conferência Patricia Hill Collins – 29 10 2019 às 17h na FFLCH/USP

O Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo tem o prazer de convidar a todas/os para a conferência a ser proferida por Patricia Hill Collins sobre o tema  “Pensamento feminista negro. Desafios contemporâneos e novas perspectivas“,  no dia 29 de outubro de 2019, às 17h, no Auditório Nicolau Sevcenko da Universidade de São Paulo – Cidade Universitária – Prédio da História e Geografia, na rua Prof. Lineu Prestes, 338, Butantã.

Patricia Hill Collins é professora emérita de Sociologia da Universidade de Maryland, USA, e ex-Presidente da ASA – American Sociological Association.

A conferência será seguida, às 19h, do lançamento do livro Pensamento feminista negro, editado pela Boitempo, com sessão de autógrafos no saguão do Auditório Nicolau Sevcenko.

O evento é gratuito, não requer inscrição prévia e haverá tradução simultânea.

enviado por Nadya Araujo Guimaraes para o Portal Geledés

+ sobre o tema

Sobre cabelos, relacionamentos e outras coisas!

Após uma atividade na minha universidade em celebração ao...

Mãe preta pode ser? Mulheres negras e maternidade

Débora Silva Maria, do Movimento Mães de Maio, há...

Quem vestiu a Globeleza?

Enviado para o Portal Geledés Engana-se os que acham que...

para lembrar

O Feminismo no Brasil: Um papo com Djamila Ribeiro

“Ao cunhar o conceito de interseccionalidade, as feministas negras...

Última edição do ano do projeto “Mulher com a Palavra” lota o Teatro Castro Alves

Bate-papo contou com a participação de MC Carol, Preta...

A coragem de Marielle e a importância do feminismo negro

No dia 14 de março de 2018, acompanhamos a...

Que Brasil teríamos, com mais mulheres negras no poder?

Por CFEMEA, para a coluna Baderna Feminista O Brasil já está às...
spot_imgspot_img

Geledés participa do Fórum do Feminismo Negro

O Fórum Global de Feminismos Negros 2024 está ocorrendo entre os dias 04 a 07 de fevereiro, em Bridgetown, Barbados. Sob o tema “Para...

Documentário Projeto Rappers: o encontro do hip hop com o feminismo negro

Na noite daquela sexta-feira, 11/08, um público majoritariamente negro se reunia no Centro Cultural Olido, no centro de São Paulo (SP), para prestigiar o...

Os feminismos favelados inscritos nos corpos das mulheres da Maré

Andreza Jorge cresceu em Nova Holanda, dentro do maior e mais populoso conjunto de favelas do Rio de Janeiro: o Complexo da Maré. De...
-+=