Coronel Telhada, do PSDB, quer o fim da democracia na Câmara de São Paulo

O ex-comandante da “humanitária” Rota, o não menos “humanitário” Coronel Telhada (PSDB), foi diplomado vereador nesta semana.

Quem achou que o coronel iria pegar mais leve como vereador, foi otimista ou simplesmente ingênuo. Telhada mostrou como vai levar seu mandato logo na sua primeira coletiva depois de ser diplomado.

De cara, propôs que seja controlada a entrada na Câmara. O futuro vereador não consegue aceitar “um monte de pessoas que entra lá para tomar banho nas pias do banheiro”. O coronel também quer que na casa do povo paulistano, o visitante tenha que tirar uma foto na entrada, forneça um documento de identificação e diga para qual gabinete está indo.

Se isso for colocado em prática, os movimentos sociais ficarão impedidos de entrar na Câmara para realizar protestos.Ou seja, é o fim da democracia na Casa.

E não para por aí. Telhada foi indicado pelo “humanitário” PSDB para uma das vagas na Comissão de Direitos Humanos.

Perguntado se gostaria de assumir a Comissão, veja a brilhante resposta do coronel:

“Olha, não existe ninguém que defenda mais os direitos humanos, os direitos dos cidadãos, do que a PM. Mas defendo que o cidadão de bem seja valorizado e o bandido seja colocado na cadeia. Precisamos de uma mudança na legislação para acabar com o indulto e com as visitas íntimas. Isso só existe no Brasil”

Impressiona a visão ampla de prioridades em termos de direitos humanos do futuro vereador tucano. Tudo que é necessário é acabar com o indulto e a visita íntima.

A situação de bárbarie completa dos presidios e CDP’s são meros detalhes para o tucano Telhada. Aliás, Telhada também se esqueceu que acabar com o indulto e as visitas íntimas são atribuições do Estado e da União. Ou seja, Telhada não sabe para que cargo foi eleito. Mas perguntado sobre o ato falho, respondeu que na Câmara Municipal “quer dar início a essa marcha a favor da mudança na legislação”.

Por fim, o coronel e futuro vereador disse sentir uma enorme saudade dos tempos de PM. Falou que até sonha que está dentro da viatura.

Nós sabemos coronel, nós sabemos…

Fonte: Blog do Rovai

+ sobre o tema

Moços, superem

por: Flávia Oliveira Cinco gerações se passaram desde a abolição...

ONG espalha outdoors pelo País mostrando ofensas racistas contra Maju

Objetivo da ação é mostrar à cidade de onde...

Stuart Hall: a favor da diferença

  Sociólogo e um dos principais teóricos do multiculturalismo, morto...

Estudantes Africanos espancados e baleados em São Petersburgo, Rússia

Por Redação O último final de semana (24/25 do mês...

para lembrar

Racismo é maior em regiões de São Paulo com menos pretos e pardos

Numa tarefa rotineira, João* se dirigiu para o prédio...

Divino Fogão e a saudade da escravidão

O racismo brasileiro é tão escrachado quanto não tem...

O menino Jesus

Um tinha uma mãe chamada Maria. Por Lelê Teles Do Brail247 O...

Barbárie, tortura e linchamento público, em plena Vila Prudente, em São Paulo

Jhonny Ítalo da Silva, de 18 anos, negro, foi algemado e...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=