Diálogos em Geledés aberto ao público

Artigo produzido por Redação de Geledés

O evento é parte da Jornada do Movimento Negro Contra a Violência Policial

O Centro de Documentação e Memória Institucional de Geledés promoverá em setembro um debate público sobre a violência do Estado e o permanente extermínio da juventude negra.  

No dia 24 de agosto a mobilização dos Movimentos Negros por praticamente todas as capitais do país, fez mais uma vez, um chamado para a negligência do Estado em relação as constantes formas de violência e extermínio da juventude negra.

De acordo com Maria Sylvia Aparecida de Oliveira, uma das condutoras do debate e coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade de Gênero e Raça de Geledés Instituto da Mulher Negra: “Episódios de extermínio de crianças e adolescente negros no Brasil demonstram que a política genocida do Estado brasileiro está em curso”. (VER: O extermínio do nosso futuro – Geledés (geledes.org.br))

Sobre o debate:

Data: 27/09/2023

Local: Auditório de Geledés, às 19h

Endereço: Rua Santa Isabel , 137. Vila Buarque, SP.

Quem pode participar?

Todas as pessoas interessadas no debate, preenchendo o formulário.

São 45 vagas, por ordem de inscrição.

Enviaremos a confirmação aos contemplados.

+ sobre o tema

Aplicativo ajuda a combater violência contra a mulher no Rio Grande do Sul

Com apenas quatro toques, a polícia, a Justiça e...

#GeledesEsportes: O futebol como meio de resgate

#GeledesEsportes - Geledés inicia hoje no YouTube um espaço...

Assista: O Mundo do Trabalho e o Lugar da Economia Solidária

Neste sábado, 1º de Maio, às 19h, o Geledés...

Resultado da Pesquisa: Mapeando Promotoras Legais Populares- PLPs 2021

As Promotoras Legais Populares - PLPs são lideranças comunitárias...

para lembrar

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar o pé na rua. Inclui jamais sair sem um documento; não ir ao supermercado com...

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

A longa espera por justiça é uma realidade presente entre as mães de vítimas da violência policial do Rio de Janeiro. Deise Silva de...

Após vítima de agressão ser detida, motoboys fazem ato contra o racismo no RS

Após um homem negro ser ferido com uma faca e preso por policiais, o Sindicato dos Motoboys de Porto Alegre, no Rio Grande do...
-+=