Direitos das mulheres afrodescendentes são reforçados na COP 28 por Geledés

Organização solicita ao Itamaraty endereçar a temática durante a cúpula do clima que acontece em Dubai

No primeiro dia de participação de Geledés – Instituto da Mulher Negra na conferência do clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP 28, nesta sexta-feira 01, em Dubai, nos Emirados Árabes, a organização realizou uma das negociações conduzidas no âmbito do Órgão Subsidiário de Implementação (SBI) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), responsável pelas questões relativas à implementação de políticas e medidas relacionadas ao clima.

Ao abordar o tema de Gênero e Mudanças Climáticas, a representante de Geledés, Letícia Leobet, dialogou com o Itamaraty, representado pela diplomata Bruna Veríssimo. O instituto recomendou à diplomata que reforçasse em seu posicionamento a temática das mulheres afrodescendentes, ideia bem recebida por ela.

No encontro, Geledés foi a única organização da sociedade civil, na condição de observadora, a fazer o uso da palavra. “Saudamos esta discussão sobre gênero e mudanças climáticas destacando a importância da inclusão do papel das mulheres afrodescendentes, tanto pelo seu potencial na proteção de suas comunidades e na elaboração de tecnologias sociais diante das crises, quanto pelo grau de vulnerabilidade a que estão expostas, sendo atingidas em um contexto de múltiplas opressões. Portanto, é fundamental que, nas próximas discussões e documentos, os direitos das mulheres afrodescendentes sejam assegurados”, disse Letícia.

Neste final de semana, Geledés segue na segunda rodada de negociações sobre gênero e mudanças climáticas, buscando o reconhecimento na COP 28 das vulnerabilidades, especificidades e protagonismo que as mulheres afrodescendentes ocupam diante da crises climáticas.

+ sobre o tema

Geledés obtém duas importantes vitórias em documento da ONU

Geledés - Instituto da Mulher Negra encerrou nesta sexta-feira...

Geledés na ONU

Uma comissão de Geledés-Instituto da Mulher Negra embarca neste...

Documento final da CSW leva parecer de organizações negras do Brasil

Em parceria estabelecida entre Geledés - Instituto da Mulher...

Em feito histórico, Geledés demanda na ONU reparação aos afrodescendentes   

“Nesta quinta-feira, Geledés realizou um feito histórico ao ser...

para lembrar

Brasileiros participam de Curso para Defensores e Defensoras de Direitos Humanos na OEA

Três representantes de entidades da sociedade civil brasileiras, entre...

Brasil responde a processo inédito por discriminação racial no trabalho na Corte IDH

A Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH) realizou...

Geledés e OEA juntas em Washington

Em parceria com a Missão Brasileira na Organização dos...

Geledés participa de fórum global da Unesco contra Racismo e Discriminação

Na abertura do 3º. Fórum Global contra o Racismo e a Discriminação, que começou ontem e vai até sexta-feira 1, no SESC 14 Bis, em São Paulo, Gabriela...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...

Primeiro debate de Geledés da Cúpula do Futuro discute a violência contra afrodescendentes

Em colaboração com a Cúpula do Futuro, Geledés começou nesta quarta-feira, 27, uma série de mesas redondas para enfrentar o racismo no mundo. A...
-+=