França lança aplicativo para denunciar atos e pichações preconceituosos

A Liga Internacional contra o Racismo e o Antissemitismo vai lançar, nesta terça na França, um aplicativo para smartphone para os usuários denunciarem agressões de caráter preconceituoso ou para vítimas contatarem serviço de apoio jurídico e psicológico após um incidente. O aplicativo também serve para denunciar pichações racistas espalhadas pela cidade, a fim de alertar as autoridades municipais.

A liga constata um aumento dos ataques deste tipo e considera que é preciso agir para que as pichações fiquem à mostra o menor tempo possível, conforme Pierre Fournel, vice-presidente da organização. Para ele, a banalização das ideias da extrema direita tem motivado o aparecimento de cada vez mais atos violentos contra as minorias. Fournel acha que as autoridades deveriam ser mais severas com os grupos radicais já identificados.

Na semana passada, um jovem francês militante de extrema-esquerda foi morto após uma discussão com militantes de extrema-direita, em um caso que causou comoção na França. Porém o sociólogo Michel Wieviorka, especialista em violência, racismo e antissemitismo, avalia que o fato foi um caso isolado e não pode ser associado ao aumento do fascismo no país.

Wieviorka reconhece que as ideias xenofóbicas, que encontram eco sobretudo no partido Frente Nacional, são preocupantes. Mas isso não significa radicalização da política ou da sociedade francesa como um todo

Por: Lúcia Müzell

 

Leia mais matérias de hoje:

 

Fonte: RFI

+ sobre o tema

No México, juiz interrompe partida e racistas são retirados do estádio

Um precedente importante na luta contra o racismo no...

13 de maio: 127 anos após o fim da escravidão, racismo divide a sociedade

Negros relatam seus dramas e mostram que o problema...

Canal Afro analisa imagens de Simone Biles e Arthur Nory

O passado desse jovem o condena e mal sabe...

para lembrar

Mulher negra no STF é reconhecimento e reparação histórica

Em 6 de setembro de 1770, uma mulher negra,...

Aranha comemora reconhecimento por luta contra o racismo

Aranha recebeu um dos principais prêmios do Troféu Mesa...

Atraso na votação da Lei das Cotas tira 12 mil vagas de negros

  Se tivesse sido aprovada pelo Congresso há três anos,...

Em ‘Sitiado em Lagos’, Abdias Nascimento faz a defesa do quilombismo

Acabo de ler "Sitiado em Lagos", obra do ativista...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=