Guest Post »

Gerson Carneiro, sobre coice em sem-teto dormindo: “Pensei estar vendo cena de filme sobre o nazismo em Berlim. Só que é São Paulo em 2016″; veja o vídeo

Primeiro, assista a este vídeo. São apenas 7 segundos.

Por Conceição Lemes Do Viomundo

Estarrecedor, mesmo!

Aconteceu na última sexta-feira, 7 de outubro de 2016, em plena luz do dia, no centro da cidade de São Paulo, mais precisamente numa rua perto da Praça da República.

Casualmente, Maicon Campos estava próximo. Gravou e postou na sua página, junto com esta mensagem:

6-img-20161009-wa0003

Neste domingo, às 9h, Gerson Carneiro republicou na sua págima. Já tem mais de 62 mil compartilhamentos e 2,4 milhões de visualizações.

Indignado, ele me mandou o vídeo, conversamos a respeito.

“Pensei estar vendo cena de filme sobre o nazismo em alguma rua de Berlim, na década de 1940. Não. É São Paulo em 2016!”, compara.

“Certamente a causa é ódio, fomentado por reacionários via imprensa partidária, nestes tristes tempos”, opina.

“Esse sujeito não chuta apenas um morador de rua. Chuta também as políticas públicas capazes de melhorar a vida do morador de rua”, atenta.

Imediatamente, recorre a Ariano Suassuna, em O Auto da Compadecida, relembra um momento antológico: “Jesus às vezes se disfarça de mendigo para testar a bondade das pessoas”.

O post já tem 544 comentários. A esmagadora maioria condenando a atitude fascista.

Mas um particularmente chamou a atenção de Gerson. É este abaixo. Chocou-o, na verdade.

img-20161009-wa0015-001

Felizmente, na sequência, Vanda Santos rebateu à altura.

2-img-20161009-wa0007

Gerson foi atrás do perfil de Maria Lúcia Avils para tentar entender melhor a reação dessa senhora que, diante da cena, ignorou o fascismo do ataque e prejulgou o sem-teto.

“Não me surpreendi, ela é da ‘República de Curitiba’”, observa. “Tristes tempos, mesmo!”

Related posts