Incra ajuíza desapropriações de imóveis rurais para titulação de quilombolas na Bahia

Pela primeira vez, a superintendência regional do Incra ajuíza 11 ações para a titulação coletiva de dois territórios quilombolas, na Bahia. Trata-se dos territórios de Nova Batalhinha, onde vivem 20 famílias, situado em Bom Jesus da Lapa, e Jatobá, onde moram 69 famílias remanescentes de quilombos e está localizado no município de Muquém do São Francisco, ambos nas margens do Rio São Francisco.

As ações foram impetradas no dia 22 de novembro junto à 7ª. Vara da Justiça Federal na Bahia. A expectativa é de que, já nos primeiros meses de 2012, o Incra/BA possa ser emitido na posse nos 11 imóveis rurais para, posteriormente, realizar a titulação coletiva dos dois territórios.

Para o superintendente regional em exercício do Incra/BA, Marcos Nery, as primeiras desapropriações para titulação de territórios quilombolas são emblemáticas. “A Bahia tem um dos maiores índices de população afrodescendente do país. Fazer a nossa parte no Programa Brasil Quilombola, aqui, representa cumprir com mais honra a política de reparação junto aos remanescentes de quilombos”.

O coordenador do Serviço de Regularização de Territórios Quilombolas, Flavio Assiz, ressalta que essas primeiras desapropriações para a titulação coletiva representam o fechamento de um ciclo na regularização fundiária de territórios quilombolas. “Jatobá e Nova Batalhinha são processos antigos e, com o ajuizamento das ações, estamos próximos de conclui-los”.

Interesse social

Assiz explica que as desapropriações são por interesse social e tem como base a Lei 4.132/62. “Os proprietários serão indenizados em dinheiro tanto pela terra nua como pelas benfeitorias”. Ele conta que os recursos para as desapropriações já estão disponíveis para o pagamento dos 11 imóveis rurais.

Dos 11 processos ajuizados, um é para a desapropriação da fazenda Jatobá, inserida no território quilombola de Jatobá e que tem 12 mil hectares de terras. Os outros 10 processos ajuizados referem-se a propriedades rurais inseridas na Nova Batalhinha e que totalizam 955,7 hectares de terras.

Fonte: Mulher Negra

+ sobre o tema

para lembrar

Projetos artísticos de matriz africana recebem R$ 1,1 milhão em prêmios

Agência Brasil Vinte projetos culturais que refletem a arte...

Autores mineiros marcam protagonismo negro nesta edição da Flip

15ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) presta homenagem...

Pobreza entre negros caiu 86% em 11 anos

Três entre quatro beneficiários do Bolsa Família são negros,...
spot_imgspot_img

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Coletivo Kukuru Itan realiza oficina gratuita de teatro de Nanã para idosos durante o mês de junho

Com a missão de valorizar a identificação de idosos racializados, sobretudo negros, o Coletivo Kukuru Itan criou a oficina de teatro de Nanã, que acontece durante o mês...
-+=