Laerte é confundido com Gerald Thomas e acaba agredido por fã de Nicole Bahls

Laerte, à esquerda, foi confundido por fã de Nicole Bahls com Geraldo Thomas (direita).

Na tarde desta sexta-feira, o cartunista Laerte foi assediado por um homem enquanto estava em uma banca de revistas no bairro da Vila Madalena, São Paulo. Nivald Ignóbel Aquino abordou Laerte com gritos, levantou a saia que ele vestia e apalpou suas partes íntimas. O cartunista, que é cross-dresser assumido, reagiu empurrando o agressor, que foi contido por um segurança até a chegada de uma viatura da PM.

O caso acabou sendo registrado na 84ª Delegacia de Polícia da capital paulista, onde Nivald declarou ser fã da panicat Nicole Bahls e ter confundido Laerte com o diretor de teatro Gerald Thomas, com quem realmente desejava tirar satisfações. “Pensei que era aquele brocha que ninguém sabe quem é e, mesmo assim, pensa que todo mundo quer dar para ele. Só fui perceber meu erro quando ele (Laerte) me chamou de sexista estúpido ao invés de esbravejar que brasileiro é uma merda e que revoluções já haviam sido feitas na Europa por muito menos que isso”, declarou Nivald em depoimento.

Na noite desta quarta-feira, durante o lançamento de seu livro “Arranhando a Superfície”, Gerald Thomas colocou a mão dentro do vestido de Nicole Bahls após responder uma pergunta da apresentadora dizendo que gostaria “de fazer um filho nela”.

Procurado pela reportagem, Laerte disse que todo episódio foi só um susto e que tudo teria ficado bem após os esclarecimentos na delegacia. “Ele reconheceu o erro. Falou que a confusão tinha sido burrice dele porque até estranhou, quando me viu melhor, que tinha me achado uma gracinha. Só não entendo motivo do caso do Geraldo não ter acabado do mesmo jeito. Se fosse comigo, fazia ele se explicar, com todo aquele jeito afetado, pro delegado… Só para ver se ele para de se achar melhor que os outros, de se ver como esse gênio incompreendido pelo brasileiro. Porque, na verdade, todo mundo sabe e vê o que tem na cabeça dele: pura merda”, comentou o cartunista.

A cultura do estupro gritando – e ninguém ouve

‘Mulher não é um objeto. Mas não deveria se apresentar como tal’, diz Gerald Thomas

Fonte: Diário Pernambucano

+ sobre o tema

Futura ministra diz que aborto é questão para o Legislativo

BRASÍLIA - A futura ministra da Secretaria de Políticas...

‘Sexo frágil’ – será?

Para início de conversa esse rótulo está ultrapassado. Em...

BA empossa 1ª transexual no serviço público do Estado

O transexual Paulo César dos Santos, de 25 anos,...

Índias levam bandeiras feministas às aldeias e assumem dianteira do movimento

Nascidas em aldeias indígenas no Acre, Letícia Yawanawá, 49...

para lembrar

Nota de preocupação e repúdio

Carta Aberta à Drª Gilda Carvalho Ministério Público Federal NOTA DE...

Sexo e gênero e a boçalidade eleita

"ANTES DA TRANSFORMAÇÃO DE UM HOMEM OU DE UMA...

Como o 8 de Março mudou a ciência

Eva Alterman Blay é Professora Emérita da USP e...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=