terça-feira, setembro 21, 2021
InícioQuestão RacialCasos de RacismoLizzo comenta ataques sofridos: 'Minha cabeça está sempre levantada'

Lizzo comenta ataques sofridos: ‘Minha cabeça está sempre levantada’

Fonte: Splash

Lizzo, cantora norte-americana de 33 anos, comentou hoje, em entrevista para o programa “Good Morning America”, os ataques racistas e gordofóbicos que sofreu após o lançamento do clipe do single “Rumors”, uma parceria com a rapper Cardi B.

Não me importo com críticas sobre mim, minha música. Eu nem me importo com os comentários gordofóbicos. Eu só sinto que é injusto às vezes o tratamento que pessoas como eu recebem. As pessoas dizem: ‘Não deixe que vejam você de cabeça baixa’. Minha cabeça está sempre levantada. Mesmo quando estou chateada e mesmo quando estou chorando, minha cabeça está levantada. Mas eu sei que é meu trabalho como artista refletir sobre o momento, e isso não deveria funcionar. Não deveria estar tudo bem.” Lizzo

Afirmando que acha vulnerabilidade algo “sexy”, a cantora disse que gostaria de ter sua imagem atrelada à alegria e mensagens positivas, e descartou ser menosprezada no mundo da música:

Mulheres negras estão na indústria e a inovando desde sempre. É lamentável que sejamos quem sofre mais com a marginalização, com o apagamento, e eu sinto que se não fosse a internet, as redes sociais, eu poderia ter sido apagada. Mas, eu escolhi ser incontestável, escolhi ser forte, escolhi ser ótima. E continuo aqui. É difícil.” Lizzo

No último domingo (15), a artista chorou ao falar sobre o assunto durante uma live feita no Instagram para conversar com os fãs:

“Às vezes, sinto que o mundo não me ama de volta. E como se não importasse quanta energia positiva eu mande, ainda vão existir pessoas falando algo maldoso para você. Eu sinto que vem muita negatividade até mim dos jeitos mais estranhos, tipo, pessoas falando besteiras sobre mim que não fazem sentido algum. E racismo e gordofobia. Isso machuca.” Lizzo

Com bom humor, Lizzo brincou sobre a recente conversa com o ator Chris Evans após mandar mensagem a ele bêbada. “Ele vai me bloquear. Não vou mais dizer o nome dele até ele dizer o meu”, disse ela aos risos, que em seguida cantou um trecho da música “Say My Name”, do grupo Destiny’s Child.

A artista finalizou a entrevista dando um conselho aos fãs sobre autoestima e amor-próprio. ” Lembre-se de que é uma jornada. Isso não acontece milagrosamente um dia. Isso não aconteceu comigo. […] Mas, todos os dias são uma oportunidade de amar a si mesmo”, afirmou ela.

RELATED ARTICLES