A maravilhosa resposta dessa mulher às piadas sobre seu corpo no álbum de noivado

Até quando as mulheres vão aceitar ter seus corpos julgados por desconhecidos como uma prática normal? Fulana está muito gorda, beltrana muito magra e ciclana é obcecada pela academia. São comentários que ouvimos todos os dias e chegamos até mesmo a acreditar que tem algo errado também com o nosso corpo. Foi como tentaram fazer que a enfermeira Mzznaki Tetteh, de Gana, se sentisse.

Do Hypeness

Há uma semana, ela publicou fotos de seu álbum de noivado com o construtor civil Kojo Amoah. Uma das fotos, em que Kojo aparece levantando Mzznaki parece ter chamado especial dos seguidores da moça.  Mesmo que a maioria dos comentários recebidos na fotografia fossem positivos, algumas pessoas deixaram claro que achavam que ela estava “gorda demais para ser levantada“… #inveja

amor1

A fotografia teve quase 1.500 comentários em apenas uma semana e a resposta de Mzznaki quebrou a internet. Depois do ocorrido, ela passou a postar mais e mais fotografias, mostrando que não se abalou nadinha com os comentários maldosos e continua muito auto-confiante. E, além de tudo, está mais famosa do que nunca com seus 27 mil seguidores recém-ganhos no Instagram. A-R-R-A-S-O-U!

amor5

Ainda confiante… Seus comentários de lixo não estão arruinando a minha felicidade…Obrigada a todos pelos elogios e votos… Me sinto honrada. ✌✌”

amor2

amor8

amor7

amor6

amor4

 

Leia Também:

Atriz de “Preciosa” faz cena de sexo em “Empire” e é alvo de preconceito na web

Pode sim: casar gorda

 

 

Todas as fotos © Mzznaki Tetteh

+ sobre o tema

Ecoa estreia blog da jornalista e escritora Bianca Santana

Ecoa estreia nesta terça-feira (5) o blog da jornalista...

Ela atuou em uma série da Globo: “Meus 15 minutos de fama quase me destruíram”

A fama é uma amante cruel. Num momento, Jaqueline...

Sesc Pinheiros realiza o encontro “Autoria Negra na Literatura Contemporânea”

Debate com curadoria e condução de Cidinha da...

Maju ganha prêmio de combate ao racismo e pede “paz e respeito”

Maria Julia Coutinho, a moça do tempo do "Jornal...

para lembrar

Leci Brandão é indicada ao Prêmio da Música Brasileira

A cantora e compositora Leci Brandão concorre na categoria...

Espetáculo aborda negritude e universo feminino em obra coletiva

O espetáculo cênico-musical "NEGR.A" traz o resultado do trabalho...

Marcha das Mulheres Negras reúne milhares de pessoas no Rio

A marcha de domingo teve como principal homenageada a...

Maju

Enfrentar o racismo no Brasil há algumas décadas era...
spot_imgspot_img

A luta por uma ministra negra

Nas últimas semanas, parte da militância virtual petista passou a atacar duramente o humorista Gregorio Duvivier por sua defesa da nomeação de uma mulher negra para...

Racismo escancarado

Duas décadas atrás, na esteira da Conferência Mundial contra a Discriminação Racial, em Durban (África do Sul), um conjunto de organizações da sociedade civil,...

Mulheres negras blogueiras, responsabilidade e ação

O trabalho de uma mulher negra blogueira não tem o devido reconhecimento e visibilidade, mesmo que seus artigos alcance milhares de leitores. Existe uma visão...
-+=