Novo curta da Pixar conta a história de um homem gay em busca de aceitação

Novo curta da Pixar conta a história de um homem gay em busca de aceitação.

Entre os novos lançamentos do Disney + (plataforma de streaming da Disney que, infelizmente, ainda não está disponível no Brasil), uma das maiores surpresas foi o teaser de Out, um curta-metragem da Pixar com um protagonista gay.

Dirigido pelo estreante Steven Clay Hunter, Out conta a história de Greg, um homem que recebe uma visita inesperada dos pais quando está prestes a se mudar com seu namorado, Manuel.

O problema é que Greg nunca disse a seus pais que é gay.

Quando sua mãe e seu pai aparecem – exatamente no dia da mudança -, Greg acaba por trocar de corpo com o seu cachorro e, ao fazer isso, aprende uma lição valiosa sobre como é possível viver com liberdade e ser quem se é.

Out abre novos caminhos como o primeiro projeto da Pixar a apresentar um personagem LGBTQ em um papel central.

Ele também possui uma equipe criativa de estrelas. Hunter foi animador em vários sucessos da Pixar, incluindo Procurando Nemo e Toy Story 4. O produtor Max Sachar trabalhou em Viva – A Vida é uma Festa e Toy Story 3.

+ sobre o tema

Homofobia na UFCA e o ódio o feminino – Por Jarid Arraes

Discursos de ódio e casos de racismo, homofobia e...

Filha de Raúl Castro lidera conga anti-homofobia em Havana

Fantasiados de havaianas e abraçados em bandeiras com as...

Pastor que fazia ‘cura gay’ é preso por abuso sexual de dois homens

Reverendo Ryan J. Muehlhauser pode pegar até dez anos...

Homofobia e violência no Sukiya

Jovem foi intimidado e agredido por garçom do restaurante...

para lembrar

D´SALETE PINTA O 7

Veja mais sobre: Marcelo d´Salete ...

Aos 65 anos, Luiz Fernando Guimarães assume casamento com Adriano

Neste final de semana, o ator Luiz Fernando Guimarães foi...

Os negros nas histórias em quadrinhos – parte 2

A Era de Prata (1956 – 1969) Ebulição Social...

Afetividades na margem e preterimento da bicha preta

A homossexualidade em sociedades conservadoras e violentas quanto a...
spot_imgspot_img

Essa coca é fanta, e, é viada!

“Bixistranha, loka preta da favela Quando ela tá passando todos riem da cara dela Mas, se liga macho, presta muita atenção Senta e observa a sua destruição” (Bixa...

Afetividades na margem e preterimento da bicha preta

A homossexualidade em sociedades conservadoras e violentas quanto a nossa, é definida e catalogada como algo que foge a normatividade e isto por si...

O corpo negro masculino: uma reflexão sobre hiperssexualização e racismo dentro da comunidade LGBTQIA+

Nem tudo é óbvio e perceptivo quando se entra em um site pornográfico, nas redes sociais ou em grupos de mensagens e tenta estabelecer...
-+=