O encarceramento das mulheres negras em debate

No dia 28 de setembro, sexta-feira, das 9 às 17h, no Salão Internacional, no Pavilhão Ernani Braga dos Campi/Fiocruz (COGIC) o II Ciclo de Debates: Justiça para as Mulheres Negras em Situação de Prisão Provisória no Estado do Rio de Janeiro. São parceiros da iniciativa: Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE/RJ), Núcleo de Prática Jurídica da UNIRIO, NIREMA/PUC – RJ, Fórum de Justiça. O ciclo é financiado pelo Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Por Jurema Werneck em seu Facebok 

Reprodução/Facebook

Os objetivos do evento são ampliar os debates sobre a crescente taxa de encarceramento de mulheres em prisão provisória; aprofundar o estado da arte em questões penais, direitos humanos, raça e gênero; aventar soluções em rede diante da situação do crescente encarceramento provisório de mulheres negras e, em especial, em sede do projeto que guia esta atividade.

Como perguntas orientadoras para nossos debates, apontamos: Por que a política criminal atual tem encarcerado cada vez mais mulheres, em especial mulheres negras? Como os ativismos, a criminologia e a sociologia têm olhado estes campos?

Os diálogos reúnem mulheres que já vivenciaram o cárcere, familiares, ativistas, membras (os) de organizações sociais, advogadas(os), servidoras(es) da administração da Justiça (Ministério Público, Defensoria Pública, Poder Judiciário, etc.) e pesquisadoras(es) com a finalidade de promover um encontro altamente qualificado e diverso em saberes, campos de pesquisa/estudo, vivências e atuações.

Garanta sua inscrição preenchendo o formulário (https://goo.gl/forms/FKKceO3Vb1bUDrxi2) e concorra a a um exemplar do livro “Estarão as Prisões Obsoletas?”, de Angela Davis, que será sorteado durante o evento para quem estiver presente. ACOMPANHE MAIS NOVIDADES SOBRE O SEGUNDO CICLO E DIVULGUE O EVENTO: https://goo.gl/zSg8Ph

+ sobre o tema

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria em guerra, mostra anuário

O Brasil registrou mais mortes violentas de 2011 a...

Fortuna de bilionários aumenta US$ 1 trilhão durante pandemia em 2021

 Em um ano em que as consequências da pandemia de...

Gay pode colocar parceiro como dependente no IR

Receita Federal aprovou parecer com origem em pedido...

A República dos Brancos: Joaquim Barbosa como a metáfora da distopia negra? por Jaime Amparo Alves

  Joaquim Barbosa não é apenas o nosso Clarence Thomas...

para lembrar

Mães negras não adoecem

“Quem aqui de vocês quando doente, conseguiu ficar mais...

Estatuto da Juventude irá tramitar em regime de urgência

O Estatuto da Juventude vai tramitar em regime...

O dia das mães e a afetividade das mulheres negras

Em pleno século XXI me angustia a ausência de...

As identidades indígenas na escrita de Daniel Munduruku

  SANTOS, Waniamara J. Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Resumo: Conforme...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Ministério lança edital para fortalecer casas de acolhimento LGBTQIA+

Edital lançado dia 18 de março pretende fortalecer as casas de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ da sociedade civil. O processo seletivo, que segue até...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...
-+=